Insônia na certa: novo café contém 200% mais cafeína do que o normal
43
Compartilhamentos

Insônia na certa: novo café contém 200% mais cafeína do que o normal

Último Vídeo

Se você é fã de café e costuma passar o dia tomando várias xícaras para se manter acordado, estaria disposto a experimentar um cafezinho que contém 200% mais cafeína do que o normal? De acordo com o Yahoo, trata-se de uma mistura de uma variedade de grãos provenientes de diversas partes do mundo, empacotados sob a marca “Death Wish Coffee”.

Segundo a publicação, a combinação é feita a partir de grãos de café da América do Sul, Indonésia e Etiópia, todos da variedade conhecida como Robusta — ou Conillon —, que apresenta um sabor mais encorpado do que a variedade mais popularmente comercializada, que é a Arábica. Mas e essa quantidade absurda de cafeína?

Superpotência

Fonte da imagem: Reprodução/Amazon

Conforme explica o fabricante do “Death Wish Coffee”, isso se deve ao processo que eles empregam para torrar os grãos. Normalmente, quanto mais o café é torrado, menos cafeína ele apresenta. Sendo assim, eles submetem os grãos a um processo menos extremo, que resulta em um café de coloração mais clara e em um sabor mais forte e robusto, que depois é moído especialmente para que a bebida ofereça máxima potência “antissono”.

Só para que você tenha uma ideia do poder do “Death Wish Coffee”, 350 mL de café do Starbucks contém cerca de 260 miligramas de cafeína, enquanto a mesma quantidade da bebida superpotente conta com 520 miligramas. No entanto, antes que você decida engolir uma xícara deste cafezinho — à venda por US$ 20 (cerca de R$ 40) na Amazon —, não se esqueça de que o consumo máximo de cafeína não deve ultrapassar os 400 miligramas ao dia.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.