Conselhos de um psiquiatra: 3 truques para falar bem em público
506
Compartilhamentos

Conselhos de um psiquiatra: 3 truques para falar bem em público

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Falar em público, para algumas pessoas, pode ser sinônimo de tortura, e o problema é justamente que às vezes a gente precisa de uma torturazinha aqui, outra ali, seja por questões de estudo ou trabalho. A verdade, jovem jedi, é que dificilmente você vai passar pela vida sem precisar falar em público pelo menos uma vez.

Parou de suar, de gaguejar, de tremer? Então agora respire fundo e mantenha a calma. Nós selecionamos três dicas dadas pelo psiquiatra Jose Hamilton, que afirma que há como treinar nosso cérebro para esses momentos cruciais. Confira:

1 – Mude seu pensamento

Mude!

Pensamentos não são como fios de cabelo, que a gente arranca com facilidade, mas é importante aprender a se livrar de alguns padrões de raciocínio, até mesmo porque muitos deles nos fazem mal. Antes de falar em público, é normal pensar que tudo vai dar errado, que as pessoas perceberão seu nervosismo e que talvez você se esqueça de tudo o que treinou.

No entanto, é preciso varrer essa urucubaca mental e pensar apenas que você estudou, que está preparado e que vai conseguir fazer o que for preciso para ter um bom desempenho na hora de botar a boca no trombone.

Para tirar um pensamento da cabeça, seja ele algo negativo antes de uma palestra ou não, é importante esmiuçar esse pensamento e se fazer algumas perguntas: De onde ele veio? Quais são as chances de que isso realmente aconteça? Se acontecesse, seria mesmo o fim do mundo?

Responder a esse tipo de pergunta vai fazer com que você se livre de muitas crises de ansiedade, medo e insegurança.

2 – Aprenda a relaxar de verdade

Cheira a florzinha, assopra a velinha.

Não é extremamente irritante quando alguém simplesmente diz para você relaxar? Lógico que é, e um dos motivos que explicam isso é o fato básico de que relaxar não é tarefa fácil, amigos – ainda assim, é possível. O nervosismo e a ansiedade são capazes de promover mudanças bem desagradáveis em nosso corpo, então é fundamental não deixar que esses sentimentos tomem conta.

Quando sentir que a ansiedade e o nervosismo chegaram, concentre-se em sua respiração e a mantenha em um ritmo lento. Isso é necessário porque o nervosismo geralmente nos deixa ofegantes, o que provoca sensação de sufocamento, aceleramento do batimento cardíaco, tensão muscular e vertigem. Respirar lentamente pode reverter todos esses sintomas. Ufa!

3 – Encare o seu medo

Boo!

É aquela coisa: quando você tem medo de altura, o jeito e entrar no elevador e ir até o último andar do prédio mais alto da cidade, admirar a vista lá de cima e ver como você se sente. Medo todos nós sentimos, mas de nada adianta se curvar diante dele ou fugir para sempre.

No caso de falar em público, se esse é um dos seus medos, sentimos muito, mas uma das formas de resolver o problema é, adivinha só: falar em público. Evitar situações desconfortáveis é algo que só nos faz bem em curto prazo, mas enfrentar essas situações traz benefícios mais duradouros e, uma vez que você tenha feito sua primeira apresentação, a segunda vai ser mais tranquila. Pode ter certeza.

O segredo aqui é enfrentar o medo aos poucos e, lentamente, aprender a conquistar o próprio espaço, seja no trabalho ou na escola. Com treino, coragem e persistência, você pode tudo – ou quase.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.