Síndrome da autocervejaria: conheça o cara que fica bêbado sem beber nada
779
Compartilhamentos

Síndrome da autocervejaria: conheça o cara que fica bêbado sem beber nada

Último Vídeo

Você já imaginou ficar bêbado sem precisar gastar nenhum tostão no boteco ou na balada? O que parece um sonho para qualquer um tornou-se um problema para um britânico de 36 anos. Matthew Hogg sofre com um problema raríssimo, que faz seu corpo converter açúcar e carboidratos em álcool!

Isso é causado por um excesso de leveduras em seu intestino delgado. Chamada de síndrome da fermentação intestinal ou síndrome da autocervejaria, o problema faz com que ele esteja em constante estado de embriaguez ou ressaca. “Eu tenho experimentado sintomas desde o meu nascimento e durante a minha infância inúmeras vezes eu fique embriagado sem ter consumido uma gota de álcool sequer”, disse Hogg ao Daily Mail.

O negócio é tão tenso que ele não pode comer coisas como pão, macarrão e arroz, por exemplo. “Se eu como um prato de arroz eu fico com uma ressaca como se eu tivesse bebido três garrafas de vinho”, explica. Você consegue imaginar?

Amido e açúcar viram etanol no intestino de Matthew

Adolescente tímido, mas explosivo

Apesar de grave, o distúrbio de Matthew Hogg só foi descoberto quando ele tinha 20 anos. Para tentar equilibrar os efeitos de sua própria “autocervejaria”, o homem precisa manter uma dieta rígida, rica em carne, legumes e peixes.

E ele se comporta como um bêbado clássico quando está sob os efeitos do álcool que ele mesmo produz. “Eu geralmente sou uma pessoa muito tímida, mas tinha um monte de amigos na escola. Só que houve momentos em que eu agia como um bêbado irritado, dizendo coisas horríveis para as pessoas, pronunciando palavras perturbadoras e me metendo em problemas”, relembra.

O diagnóstico, porém, levou muitos anos para ser concluído. Sua família gastou mais de £ 50 mil (o equivalente, hoje, a R$ 282 mil) em busca de uma resposta para as constantes ressacas de Hogg e as mudanças bruscas de comportamento. Ele chegou a ir para o México em busca de outros especialistas para entender sua condição.

Na infância e na adolescência, Matthew sofria constantemente de embriaguez e ninguém sabia o motivo

Problema não tem cura

Matthew Hogg tem uma namorada, mas é incapaz de se manter em um emprego por muito tempo. Além disso, ele não tem muita energia em seu corpo. Por isso, ele passa a maior parte dos dias em casa, onde não existem alimentos tentadores que podem fazê-lo mudar de comportamento de uma hora para outra.

Para piorar, a síndrome não possui uma cura. Antifúngicos, suplementos probióticos e nutricionais não impedem a produção de álcool. Ele apenas monitora os níveis de álcool com vitaminas e minerais, mas nada que resolva completamente o seu problema.

“Sem dúvida, seria impossível para a maioria das pessoas, mas as consequências de comer uma dieta mais convencional são ainda piores com uma cervejaria em seu intestino”, analisa. Apesar desses percalços, Hogg tenta continuar a vida como é possível. E você, o que faria no lugar dele? Arriscaria sua saúde para ficar eternamente bêbado?

Condição de Matthew impede que ele tenha uma vida normal

***

O que você faria se ficasse bêbado comendo pão ou arroz? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.