Drops Históricos #32: Sua dose semanal de História aqui no Mega

Drops Históricos #32: Sua dose semanal de História aqui no Mega

Último Vídeo

Tem conflito religioso que quase virou explosão? Sim, senhor(a)! E avanços da NASA de exploração espacial? Com certeza! E uma descoberta científica que mudou os rumos da medicina, também!

Nesta edição da coluna Drops Históricos, voltamos à prisão de Gandhi – sim, ele foi preso! – e até à Revolução Bolchevique. Embarque com a gente na máquina do tempo!

5 de novembro

1605: Conspiração da Pólvora

No começo do século 17, a região da Inglaterra sofria com conflitos relacionados à fé, principalmente depois que o Rei Jaime VI da Escócia e I de Inglaterra começou a diminuir a tolerância religiosa. Para retomar seus costumes católicos, um grupo de insurgentes decidiu aplicar um golpe e tirar o Rei Jaime do poder, de forma que sua filha, na época com apenas 9 anos, herdaria o poder.

A ideia era explodir a Câmara dos Lordes durante uma cerimônia, mas uma carta anônima denunciou o que ficou conhecido como a Conspiração da Pólvora, que incluía uma dezena de conspiradores, entre eles Guy Fawkes, um ex-soldado inglês e uma das mais conhecidas figuras históricas.

6 de novembro

1913: Gandhi é preso na África do Sul

Em 1913, trabalhadores indianos nas minas sul-africanas enfrentavam péssimas condições. Em 6 de novembro, cerca de 2 mil deles se reuniram para protestar, liderados por Mahatma Gandhi, que foi preso e condenado a trabalhar forçado por 3 meses. A prisão aumentou a revolta, e as 2 mil pessoas se tornaram 50 mil. O episódio ajudou a consolidar a imagem de Gandhi como um grande pacificador, que usava seu silêncio para se manifestar. 

7 de novembro

1917: Revolução Bolchevique na Rússia

No começo do século 20, a Rússia vivia um período de grande desigualdade social, fruto de um longo período de exploração pelos czares. Por reivindicação do povo, que estava extremamente descontente, rebeliões começaram a ocorrer e, depois de derrubar a autocracia do Czar Nicolau II em março, em novembro o Partido Bolchevique destituiu o governo provisório que havia se instaurado, iniciando o primeiro governo socialista do mundo.

8 de novembro

1895: Descoberta dos raios X por Röntgen

O objetivo do físico alemão Wilhelm Conrad Röntgen em 1895 era estudar a condução da eletricidade por meio de um tubo de Crookes. Em uma tarde de novembro, ele descobriu uma tecnologia que é utilizada até hoje e se tornou quase uma ciência em si só: a radiologia.

Surpreso com a luminosidade e a fluorescência que saíam do material que analisava, Röntgen decidiu colocar a mão entre o tubo e uma tela de vácuo coberta com platinocianeto. E foi assim que ele chegou aos raios X e revolucionou a medicina!

O físico não sabia muito bem o que ia encontrar, mas era tão minucioso que surpreende até hoje os leitores de sua obra original. Assim, mesmo que a descoberta tenha sido feita quase por acidente, é fruto de um longo trabalho de testes e experiências que renderam a Röntgen um prêmio Nobel de Física.

9 de novembro

1998: Pena de morte é abolida no Reino Unido

No século 17, quase tudo era punido por morte no Reino Unido. Em 1723, o Black Act incluía 50 ofensas como passíveis de punição com morte — pequenos furtos ou roubar ovelhas, por exemplo. No começo do século 19, só o fato de estar usando máscaras escuras à noite já abria margem para o assassinato do suspeito.

Os crimes que faziam parte do Bloody Code, como era conhecido o código que regulamentava a pena de morte, foram mudando ao longo das décadas, até que, na década de 40, apenas ofensas mais graves como assassinato e estupro  e traição, por exemplo  eram passíveis de morte. No entanto, a última execução de que se tem registro no país ocorreu em 1964, por forca, então em 1998 o Reino Unido decidiu eliminar de vez essa punição, independentemente do delito.

10 de novembro

1928: Revista "O Cruzeiro" é lançada

Há 90 anos, foi lançada no Rio de Janeiro a revista semanal ilustrada "O Cruzeiro", um dos mais importantes veículos de comunicação da história do Brasil. Criada pelo grupo Diários Associados, do magnata Assis Chateaubriand, a publicação inovadora, revolucionária e debochada chegou para quebrar paradigmas da época e chocar a sociedade.

De variedades e moda a política e economia, "O Cruzeiro" abordava tudo e ajudou a lançar bases para o formato de revista que conhecemos hoje. Nesse contexto, ela acompanhou alguns dos mais importantes momentos da história do país, como a icônica cobertura do suicídio de Getúlio Vargas, em 1954, quando vendeu 720 mil exemplares  algo impressionante para a época.

A revista foi publicada até 1975, quando novos formatos começaram a surgir e a televisão entrava em seu auge. Por meio do acervo da Biblioteca Nacional, é possível ler digitalmente suas edições ao longo de toda a história.

11 de novembro

1966: Projeto Gemini XII

Depois do Projeto Mercury, o foco da NASA para fazer a exploração espacial foi o Projeto Gemini, cujo objetivo era lançar ao espaço seus primeiros voos tripulados, voltados a dois membros. O início oficial do projeto foi em 1962, com a construção de uma nave com cápsula de 5,8 metros de comprimento e 3 metros de diâmetro.

A última nave do projeto foi a Gemini XII, que levou James Lovell e Buzz Aldrin (o mesmo que anos depois foi para a Lua com Neil Armstrong), passou 3 dias, 2 horas, 24 minutos e 31 segundos em voo e completou 59 órbitas.

Após o lançamento dessa nave, a NASA encerrou o projeto Gemini e começou o Apollo, que tinha como missão chegar à Lua.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.