Seja o primeiro a compartilhar

5 artefatos históricos descobertos por acaso

Encontrar um tesouro é algo que todo historiador e arqueólogo sonha em sua carreira. Afinal, descobrir um pedaço importante da história humana que estava perdido faz parte da nossa missão de entender como o mundo funcionava nas gerações passadas. Entretanto, não é como se essa fosse uma tarefa fácil.

Muitas vezes, essas tentativas exigem estudo e planejamento cuidadosos, envolvendo muito dinheiro e recursos. Porém, existem casos bem raros e curiosos de pessoas que simplesmente tropeçam em uma enorme descoberta sem qualquer tipo de esforço. Pensando nisso, nós separamos uma lista com cinco artefatos históricos que foram descobertos totalmente por acaso. Olha só!

1. Floresta de fósseis

(Fonte: Jason Halley/California State University)(Fonte: Jason Halley/California State University)

O ano era 2021 e o guarda florestal e naturalista, Greg Francek, estava caminhando no sopé de Sierra Nevada, nos Estados Unidos. Ao rodear uma das bacias geográficas da região, ele notou que o solo estava estranho. Foi então que Francek percebeu que havia entrado em uma floresta de árvores petrificadas — um local com origens primitivas. 

Então, o guarda entrou em contato com paleontólogo e geólogo Russell Shapiro, que levou sua equipe até o local. Segundo os pesquisadores, a antiga floresta datava para 10 milhões de anos atrás, quando a terra da região ainda era quente o suficiente para sustentar uma floresta tropical.

2. Pulseira hitita

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

Em 2021, em uma província de Çorum, na Turquia, um agricultor arava o solo de sua propriedade quando atingiu uma espécie de bracelete de bronze, níquel, prata e ouro. O objeto foi levado para o Museu de Çorum, onde determinaram que a pulseira tinha 3,3 mil anos e era do final da Idade do Bronze.

O artefato foi criado pelos hititas, conhecidos como a primeira civilização a fabricar armas e armaduras de ferro. Poucas joias dos hititas foram encontradas até hoje, muito menos uma com tantos detalhes. Desde a descoberta, a pulseira foi restaurada e adicionada à Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO.

3. Pedras no campo

(Fonte: Lubusz Historic Preservation Office)(Fonte: Lubusz Historic Preservation Office)

Em agosto de 2021, um agricultor na Polônia da província de Lubusz trabalhava para limpar as rochas de seu campo quando encontrou artefatos de bronze pelo seu terreno. Surpreso, ele protegeu o local e alertou as autoridades competentes. Ao todo, foram encontrados três cetros, três punhais de bronze, um machado e um cinzel.

Segundo o Escritório de Preservação Histórica da Voivodia, os objetos datam para entre os anos 2200 a.C. e 1500 a.C. — durante a Idade do Bronze. Estudos também mostram que os artefatos fazem parte da cultura Únetice, conhecida por suas habilidades metalúrgicas com estanho-bronze. 

4. Encontro de casal

(Fonte: David Gibbins/Reprodução)(Fonte: David Gibbins/Reprodução)

Em 1974, um casal que caminhava pela Loe Bar Beach, na Inglaterra, encontrou um lingote de cobre parado na areia da praia. Se não bastasse esse acontecimento, 12 anos depois eles também foram os responsáveis por descobrir uma moeda de ouro de 600 anos no mesmo lugar.

Devido às suas descobertas, especialistas e mergulhadores decidiram investigar a região e encontraram um navio de 1527. A embarcação era uma nau portuguesa que havia sido atolada na costa de Loe Bar. O navio carregava cobre e prata, tecido e linho. Também foram encontrados no navio instrumentos musicais, ferramentas de navegação e canhões com piche e alcatrão. 

5. Limpeza na praia

(Fonte: Jennie Fitzgerald/Reprodução)(Fonte: Jennie Fitzgerald/Reprodução)

Recentemente, Jennie Fitzgerald se voluntariou para ajudar na limpeza de uma praia em Norfolk, Inglaterra. Ela estava pronta para voltar para casa após um longo dia de trabalho quando notou um pedaço incomum de madeira na areia. Ao puxar o objeto, notou que se tratava de um baú trancado.

Na fechadura estavam as iniciais “VR”, com uma pequena coroa. Em casa, a família de Fitzgerald conseguiu abrir o baú e dentro dele encontrou moedas de de mais de 100 anos atrás, gemas claras e cor de âmbar, um relógio de bolso e um frasco de perfume. Os objetos foram levados para análise pelo Conselho de Norwich, que ainda não divulgou atualizações sobre o caso.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.