Se você já passeou por algum cemitério mais velho, deve ter visto que, antigamente, a população caprichava bastante na hora de erguer o mausoléu de seus entes queridos. Os túmulos eram recheados de imagens e símbolos que, aos poucos, tiveram seu significado esquecido.

Por isso, o site Atlas Obscura fez um infográfico sobre o significado de algumas dessas figuras. Agora, o Mega Curioso traz para você um passeio pela história dos cemitérios e de suas interessantes esculturas.

Confira o significado de 11 imagens encontradas em túmulos:

1. Caveira alada

A imagem de um crânio com asas foi bastante popular nos século 17 e 18 e representa a fugacidade da vida e o “voo” da alma pela vida eterna.

2. Ampulheta com asas

Semelhante à figura acima, a ampulheta alada também simboliza que a vida passa “voando”.

3. Aperto de mãos

Bastante comum em túmulos de casais, a imagem de um aperto de mãos representa a situação em que a primeira pessoa morre, mas deixa seu parceiro “para trás”. Também pode simbolizar que ambos estão juntos na vida eterna.

4. Pomba

A pomba normalmente é encontrada em túmulos de mulheres que faleceram muito jovens, já que é o símbolo da paz e da pureza. A imagem costuma ser posicionada como se estivesse pronta para voar aos céus.

5. Tocha invertida

A imagem de uma tocha invertida em algum túmulo simboliza que a alma da pessoa falecida ainda está flamejando na vida eterna.

6. Tronco cortado

Esse tipo de representação normalmente era usado para simbolizar a vida das pessoas que foram mortas repentinamente.

7. Trigo

Já o trigo simboliza uma vida longa, que foi ceifada pelo Criador na hora certa.

8. Ovelha

A representação da ovelha aparece normalmente em túmulos de crianças, justamente por fazer referência a Jesus, o Cordeiro de Deus.

9. Livro aberto

A imagem de um livro aberto pode ter vários significados: tanto pode ser o “livro da vida” quanto a própria Bíblia Sagrada. Também pode simbolizar que a pessoa está aberta a Deus ou simplesmente que era fã de literatura.

10. Urna coberta

Em cemitérios vitorianos, as urnas cobertas são extremamente comuns. É o símbolo da separação entre os vivos e os mortos, além de representar a proteção da alma.

11. Portões abertos

A imagem de portões abertos em um túmulo representa a entrada do Céu.

***

Então, já sabe: da próxima vez que você der uma passeada por algum cemitério, fique de olho nas referências históricas que ele pode apresentar. E antes que você pense que estamos um pouco góticos demais, saiba que existem empresas que, inclusive, organizam passeios guiados em grandes cemitérios.

Em Curitiba, você pode agendar um horário por email para conhecer o Cemitério Municipal São Francisco de Paula. Já em São Paulo, é possível passear com guias pelo Cemitério da Consolação toda terça ou sexta-feira. Em Belo Horizonte, é o Cemitério do Bonfim que recebe visitantes e conta um pouco da história da cidade. Fora do Brasil, não deixe de conhecer o Cemitério da Recoleta, em Buenos Aires, e o Cemitério Père-Lachaise, em Paris.

*Publicado em 14/10/2015