Mulher ganha rios de dinheiro ao se tornar “abraçadora profissional”
42
Compartilhamentos

Mulher ganha rios de dinheiro ao se tornar “abraçadora profissional”

Último Vídeo

Tem coisa melhor do que receber um abraço fraterno? Muitas vezes, é só isso que basta para acreditarmos que os problemas do mundo serão fáceis de serem superados. Pensando nisso, a britânica Jessica O’Neill, de 35 anos, se tornou uma abraçadora profissional. E olha que ela está ganhando muito dinheiro com isso, viu? Segundo ela, são 860 libras por semana! O equivalente a nada menos do que R$ 4,6 mil!

Jessica é casada, mãe de 3 filhos é até 6 meses atrás trabalhava como massoterapeuta e coach particular. Ao dar conselhos e palpites na vida de estranhos, ela notou que muitos só queriam um pouquinho de atenção, já que a solidão e a depressão os faziam se sentir inferiores e desvalorizados.

Essa foi sua realidade durante 10 anos. Agora, porém, ela trocou sua tática para uma abordagem mais pele com pele. O carinho e a compreensão sempre estiveram presentes em sua personalidade. Jessica costuma abraçar familiares e amigos como forma de compartilhar afeta. No trabalho, porém, um abraço pode custar até 46 libras por hora – cerca de R$ 250.

jessicaJessica O'Neill com o marido e um dos filhos

Jessica descobriu que o abraço podia ser fundamental nas sessões de aconselhamento a partir do momento em que envolvia os clientes em seus braços. Nessa hora, segundo ela, as pessoas baixavam totalmente a guarda e se abriam muito mais, vomitando seus problemas e, com isso, aprendendo a lidar com eles.

Ah: o preço de 46 libras é apenas para sessões de abraço; se junto ao afeto também for necessário um aconselhamento, o preço sobe para 63 libras, ou R$ 340. Já se a conversa for em tom de amizade, incluindo cafés, por exemplo, o custo da sessão pode atingir até 86 libras (R$ 460).

O marido de Jessica, Jason, não se importa com a profissão inusitada da esposa. Ele sabe que Jessica impõe as regras e os limites da prática para todos os clientes/pacientes. Segundo a abraçadora, 99% deles nunca tentou nada que não tivesse sido acordado previamente. Mesmo quando algo constrangedor acontece, ela contorna a situação com aconselhamento em vez de sanções, afinal, quem a procura já está fragilizado emocionalmente para ouvir ainda mais sermão na terapia.

Jessica O'NeillPouquíssimos clientes confundem a terapia do abraço com algo a mais

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.