4 profecias bíblicas que se tornaram realidade

4 profecias bíblicas que se tornaram realidade

Último Vídeo

Há diversas formas de verificar se algo descrito na Bíblia realmente aconteceu, desde evidências de concordância entre seus vários textos, até confirmações por meio da ciência e arqueologia. Isso também é válido para as profecias que, seja por coincidência, intervenção divina ou apenas devido a uma informação privilegiada, se tornaram realidade. Confira!

1. Fracasso do cerco da Assíria em Jerusalém

Por volta do ano 701 a.C., Senaqueribe, rei da Assíria, sitiou a região de Judá capturando várias cidades. Ezequias, 13° rei de Judá, perguntou ao profeta Isaias o que ele deveria fazer. O enviado de Deus disse-lhe que não era preciso fazer nada, pois o cerco daria errado. Por razões desconhecidas (embora alguns digam que foi uma doença), milhares de soldados assírios morreram e o seu rei foi obrigado a retornar para sua terra.

2. Nínive queimada

O profeta Naum descreve que a cidade de Nínive seria destruída pelo fogo. Outra profecia da Bíblia a se tornar realidade. No século de XIX, pesquisadores e arqueólogos descobriram uma camada de cinzas cobrindo as ruinas da cidade. Escritos antigos apontam que ela nunca se recuperou, deixando de ser importante depois de 612 a.C.

3. Chips e União Europeia

Tem gente que vê de tudo no livro do Apocalipse. Por exemplo, a parte que diz que a Besta surgiria de uma potência europeia maior que o Império Romano é interpretada como sendo a União Europeia.

No capítulo 13 é dito que os humanos deverão ter uma marca na testa ou na mão, sem a qual não poderiam comprar ou vender nada. Alguns entendem isso com uma profecia sobre chips RFID ou algum tipo de código barras. Ah! Isso teria como objetivo aumentar o controle sobre a população!

4. Queda de Jerusalém

O profeta Jeremias mostra em seu livro (o mais longo a Bíblia) como se daria o início do domínio babilônico sobre a Assíria. A coisa toda começou quando Nabucodonosor sitiou Jerusalém (597 a.C) e o profeta recomendou ao regente assírio a redenção. Porém, isso não aconteceu e 10 anos depois, tanto a cidade quando o Templo foram destruídos.

Claro, há muitos outros exemplos na Bíblia envolvendo as guerras que acontecem no mundo, terremotos, o nascimento de Jesus, a destruição permanente do império babilônico entre outros. Agora, é esperar pela próxima profecia!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.