Durante a pandemia, tratadores se isolam junto dos animais

Durante a pandemia, tratadores se isolam junto dos animais

Último Vídeo

Enquanto muitas pessoas adotaram um isolamento confortável e seguro em suas próprias casas durante a pandemia do coronavírus, os funcionários do Paradise Park, um santuário de vida selvagem em Hayle, Reino Unido resolveram realizar sua quarentena trabalhando. Izzy Wheatley, Emily Foden, Layla Richardson e Sarah-Jane Jelbert se ofereceram voluntariamente para cuidar dos bichos do parque durante três meses, conforme anunciado no Facebook da instituição. 

O parque anunciou no dia 19 de março que estaria fechando temporariamente as portas ao público como medida de prevenção à propagação da covid-19. Mas para que os animais não ficassem desamparados era necessário que as atividades de tratamento não cessassem. Contudo, as voluntárias, ainda, serão apoiadas por vários colegas durante a quarentena. Elas explicaram por meio da rede social que temiam que os outros funcionários do parque pudessem se adoentar e não terem mais condições de cuidar dos animais, sendo necessário o isolamento voluntário.

(Paradise Park/Facebook)(Paradise Park/Facebook)

O parque abriga cerca de 1,2 mil pássaros de diferentes espécies, além de pandas, esquilos, lontras, ratos, entre outros. Dessa forma, existem muito mais de mil animais vivendo no santuário selvagem. Realizar as atividades durante a quarentena será um desafio e tanto para as quatro que terão de dar atenção, alimentar, limpar e medicar eventualmente cada um dos bichos.

As tratadoras estão mantendo as rotinas normais do parque, que embora esteja fechado ao público, oferece diversas fotos atualizadas constantemente em suas redes sociais para que os antigos e futuros visitantes possam acompanhar o cotidiano dos animais. Além das fotos, há transmissões ao vivo para que as pessoas possam ver ainda mais de perto a vida selvagem que está preservada por lá.

Paradise Park/FacebookParadise Park/Facebook

Ainda não há certeza quanto à reabertura do parque. A diretora do Paradise Park, Alison Hales comenta que essa situação desconhecida é preocupante. "A primavera é geralmente um momento de esperança, onde recebemos um bom fluxo de visitantes e podemos respirar aliviados", conta em entrevista à ITV. 

Hales organizou um crowdfunding online para arrecadar uma quantia necessária para manter o zoológico durante o período em que permanecer fechado. “Estamos confiando nos pássaros para nos mostrar o caminho. Nós iremos terminar bem.”, finaliza esperançosa.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.