Jovem asiática com cintura de 34,8 cm choca a internet

Jovem asiática com cintura de 34,8 cm choca a internet

Último Vídeo

A estudante Su 'Moh Moh' Naing, de Mianmar, é o mais novo destaque da internet após divulgar imagens mostrando seu corpo. Com impressionantes 34,8 centímetros de cintura, a garota publicou fotos que chamam a atenção nas redes sociais e configuram a jovem como dona de uma das cinturas mais finas do planeta.

Acusada de utilizar edições em suas fotos para diminuir suas medidas, de usar espartilhos e, até mesmo, de remover costelas, a jovem afirma que seus hábitos saudáveis e a genética foram os únicos responsáveis pela constituição de sua cintura, além de nunca ter realizado quaisquer tipos de modificações para enganar o público ou alterar sua estética.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Su Moh Moh Naing (@sumohnaing) em

“Estou saudável e mantenho uma dieta saudável para que não haja nada com que me preocupar. Não acho que haja algo errado com a minha aparência”, disse a jovem. “Gosto de posar para fotos e mostrar meu visual. Os elogios são muito amáveis. As pessoas concordam que é uma aparência bonita.”

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Su Moh Moh Naing (@sumohnaing) em

Seus quase 3 mil seguidores no Instagram normalmente apoiam não somente a carreira de modelo da birmanesa, sempre muito bem vestida, espontânea e com fotos bem apresentadas, mas também sua beleza e a naturalidade de seu corpo, sem a julgar por apresentar medidas incomuns e capaz de gerar, para muitos espectadores, certa estranheza.

Atualmente, Su 'Moh Moh' Naing está atrás de Ethel Granger, do Reino Unido, que possui uma impressionante cintura de apenas 33 centímetros e detém o topo da categoria de cintura mais fina do mundo.

Uso de edições digitais

Com muitos relatos existentes sobre o lado obscuro do universo da moda e da estética, onde mulheres confessaram retirar costelas e se submeterem a cirurgias de redução de medidas, investigações sobre corpos supostamente naturais são bastante comuns nesse meio, sendo realizadas por agências que, através de comparativos e análises milimétricas de pixels e alterações visuais, chegam a resultados escandalosos.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Su Moh Moh Naing (@sumohnaing) em

No caso da birmanesa, o portal Mail Online chegou a afirmar que a medida de sua cintura nunca foi oficialmente comprovada e que suas imagens mostram sérios desvios que indicam edições. Vale a pena ficar de olho no restante dessa história.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.