Seja o primeiro a compartilhar

A maior cerca viva do mundo impressiona turistas na Escócia

Próxima da aldeia de Meikleour, na Escócia, a Meikleour Beech Hedge é a maior cerca viva do mundo. Com impressionantes 30 metros de altura e extensão de aproximadamente 530 metros, o conjunto de árvores faia-europeia é reconhecido pelo Guinness Book.

A imensa sebe fica ao lado de um dos trechos da A93 Perth-Blairgowrie, uma das principais rodovias escocesas. Considerado um monumento histórico, esse é um dos pontos turísticos mais visitados da região central do país.

A cerca viva acompanha a rodovia escocesa A93 Perth-Blairgowrie.
A cerca viva acompanha a rodovia escocesa A93 Perth-Blairgowrie.

De beleza extraordinária, a cerca viva revela paisagens incríveis a cada estação. Por exemplo, as folhas verdes criam um espetáculo ao refletir o Sol na primavera. Enquanto isso, as folhas avermelhadas e douradas enchem os olhos dos visitantes no outono.

A poda é realizada a cada 10 anos e o processo dura 6 meses. Quatro jardineiros usam elevadores hidráulicos para alcançar e cortar manualmente os galhos mais altos. Esse cuidado especial é porque as faias servem de abrigo para diversos pássaros.

Meikleour Beech Hedge durante o outono.
Meikleour Beech Hedge durante o outono.

A cerca viva e a história da Escócia

A cerca viva de Meikleour foi plantada nas terras do Marquês de Lansdowne em 1745. Segundo documentos históricos, o casal Jean Mercer e Robert Murray Nairne teriam colocado as primeiras mudas de faia-europeia no local.

Além disso, a história dela está relacionada a uma época de tensões entre a Inglaterra e a Escócia. Na ocasião, o Tratado de União havia completado 40 anos, e muitos escoceses viam os herdeiros exilados da Casa de Stuart como os reis legítimos.

Com a intenção de devolver o trono aos Stuart, houve a Segunda Rebelião Jacobita — conhecida como “A Quarenta e Cinco”. Contudo, os comandantes desistiram de invadir Londres e isso levou a uma série de confrontos, como a Batalha de Culloden em 1746.

Dessa forma, surgiu uma lenda de que árvores cresceram “até chegar aos céus” porque muitos homens que ajudaram na plantação morreram no último levante. Assim, a cerca viva passou a ser vista como um monumento em homenagem aos rebeldes.

Ainda não acredita na grandiosidade de Meikleour Beech Hedge? Então, confira o vídeo da linda paisagem.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.