Seja o primeiro a compartilhar

Legalização da maconha aumenta vendas de biscoitos e sorvete

Os resultados de uma nova pesquisa feita pela Universidade da Georgia concluíram que a legalização da maconha é diretamente responsável pelo aumento na venda de biscoitos e sorvete. Para chegar à conclusão, foram analisados dados de diversas cidades nos Estados Unidos. Ou seja, quando a droga é legalizada, seus efeitos na pessoa causam a vontade de comer. Com isso, as vendas de junk food também aumenta! 

(Fonte: Pixabay)
(Fonte: Pixabay)

Esse não é o primeiro estudo sobre a maconha e com foco na saúde. Porém, é o primeiro a relacionar a cannabis com comidas conhecidas por não serem saudáveis – o caso de cookies, salgadinhos e doces no geral.

Afinal, nem sempre a droga em si está relacionada com problemas de saúde, sendo considerada até mesmo mais segura que o álcool! Por mais que seja legalizado mundialmente, o álcool é responsável por quase 3 milhões de mortes todos os anos.

Qual a relação entre junk food e a maconha?

A cannabis foi legalizada em muitos locais nos Estados Unidos recentemente. Dessa forma, surgiu a oportunidade de estudar alguns efeitos causados pelo seu uso, como a capacidade motora, acidentes no trabalho e mais.

Então, os pesquisadores da Universidade da Georgia decidiram analisar a relação da droga com o consumo de alimentos. Os resultados foram publicados no periódico Economics & Human Biology e comprovaram um aumento de 3,2% nas vendas mensais de junk food após a legalização da maconha. Os números segmentados foram de 3,1% para sorvete, 4,1% para biscoitos e 5,3% para salgadinhos. 

(Fonte: Pixabay)
(Fonte: Pixabay)

Por outro lado, a mesma pesquisa constatou também uma redução de 12,4% no consumo de álcool. Logo, esse poderia ser um lado positivo da legalização. Porém, os pesquisadores ressaltaram em nota que os efeitos a longo prazo da maconha ainda precisam ser estudados. Além disso, ela pode piorar sua saúde justamente por aumentar o apetite e incentivar o consumo de alimentos prejudiciais!

O que você achou dessa notícia? Deixe seu comentário no espaço abaixo e aproveite para compartilhar o artigo nas redes sociais. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.