5 expressões populares brasileiras e as histórias de suas origens

No dia a dia usamos várias expressões bastante enraizadas no idioma, porém muitas vezes nem temos ideia de onde elas surgiram. Investigando o assunto, vamos descobrindo um pouco mais das histórias, o que é sempre interessante de aprender. Veja a seguir algumas das expressões mais populares no Brasil e as histórias de suas origens. 

1. Para inglês ver

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

Ainda durante o Império, a Coroa Inglesa passou a pressionar o Brasil a combater o tráfico de escravos. Acontece que, embora as autoridades do País afirmassem que estavam fazendo o possível para isso, na prática não havia medidas efetivas sendo tomadas. O pouco feito era somente “para inglês ver”. 

Com o tempo, a expressão passou a ser utilizada para se referir a algo feito apenas a fim de manter as aparências, sem um compromisso maior.

2.  A sete chaves

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

Itens valiosos e importantes, como documentos e riquezas, costumavam ser armazenados em arcas de madeira, que eram então trancadas com quatro chaves. Cada chave ficava com uma pessoa diferente, o que significava maior segurança. 

Conta-se que, com o tempo, a conotação mística envolvendo o número 7 fez com que a expressão mudasse para “a sete chaves”.

3. Voto de Minerva

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

Antes de tudo, saiba que na mitologia romana Minerva é a deusa da razão e da justiça (equivalente a Atena na mitologia grega). A história da expressão começou quando o mortal Orestes matou a mãe e o amante dela, para vingar a morte do pai, Agamenon. 

O julgamento foi liderado por Atena/Minerva e, já que houve um empate na votação do júri (formado por 12 cidadãos), coube à deusa o voto decisivo que inocentou Orestes. 

4. Tem caroço nesse angu

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Quando tinham a oportunidade, alguns escravos conseguiam esconder um pedaço de carne ou torresmo na porção de angu de fubá que recebiam para comer. A expressão teve origem a partir de comentários entre escravos se um prato parecia suspeito. É por isso que ainda hoje a expressão se refere a algo sendo escondido.     

5. Fazer uma vaquinha

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

Tudo começou na década de 1920, quando a torcida do Vasco da Gama — time de futebol do Rio de Janeiro — estruturou uma nova maneira  de incentivar os jogadores. A ideia era basicamente arrecadar dinheiro e dar prêmios inspirados nos números do jogo do bicho, sempre dependendo do resultado da partida. O valor máximo era 25 mil réis, chamado de vaca.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.