Pinscher: 6 curiosidades de uma das raças mais amadas do Brasil

O pinscher é o exemplo vivo de que tamanho não é documento. Conhecido pela sua energia e braveza, a raça não passa dos 30 centímetros de comprimento. 

Diferente de outros cachorros de pequeno porte, esse cãozinho está alerta a todo o momento, o que faz dele um excelente guardião. Segundo o Censo 2020 da DogHero, o  animal é o 7º no ranking das raças mais populares do Brasil

Quer saber mais sobre o pinscher? Então confira as 6 curiosidades abaixo:

1. Origem alemã

Fonte: Eldergeek/PixabayFonte: Eldergeek/Pixabay

Existe uma ideia de que o pinscher é uma versão mini do doberman, mas essa não é a realidade. 

Apesar de sua origem ainda não ter sido confirmada, os especialistas acreditam que o cachorro tenha surgido na Alemanha. Por lá, o animal recebe o nome de Zwergpinscher, que significa “anão mordedor”. 

2. Gostam de latir

Fonte: Shutterstock/ReproduçãoFonte: Shutterstock/Reprodução

Se pensa em adotar um pinscher, saiba que ele não é fã de silêncio. Essa raça tem o costume de latir com frequência pois está sempre em alerta.

3. Estão presentes nas artes

Fonte: Petz/ReproduçãoFonte: Petz/Reprodução

O pinscher já é sucesso há muito tempo! Em pinturas dos séculos 17 e 19, encontradas por historiadores, o cachorro aparece desenhado. 

4. Energia para dar e vender

Fonte: Karolina Wv/UnsplashFonte: Karolina Wv/Unsplash

A raça é conhecida principalmente por sua energia interminável e braveza. Sendo assim, esse cãozinho precisa passear e brincar todos os dias. Quando eles ficam muito tempo parados, começam a ficar desanimados e irritados.

5. Não gostam de interagir com outros animais

Fonte: Santa3/PixabayFonte: Santa3/Pixabay

O pinscher não é muito sociável e não tem uma interação muito positiva com outros cachorros e gatos. Para que o dono não tenha problema de convivência entre os seus animais, a dica é que a socialização seja feita quando o pinscher ainda é filhote.

6. São saudáveis

Fonte: Shutterstock/ReproduçãoFonte: Shutterstock/Reprodução

Para a alegria dos tutores, esses cachorros costumam ser bastante saudáveis e vivem, em média, 15 anos. Contudo, isso não significa que eles não precisam de cuidado diário. Assim como outros cães de pequeno porte, o pinscher pode sofrer com luxação patelar devido ao seu tamanho.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.