De acordo com uma notícia publicada pela BBC, um grupo de pesquisadores europeus criou um sistema de realidade virtual que permite que ratos de laboratório e humanos interajam através de avatares em nível equivalente e em tempo real.

Segundo a publicação, o projeto, batizado de BEAMING, combina a tecnologia de realidade virtual com sistemas de teleoperação, criando projeções digitais de indivíduos de forma remota e permitindo a interação física entre os participantes.

Interação virtual

Durante o experimento, um grupo de participantes foi encorajado a participar de um jogo em um ambiente virtual, controlando um avatar através de um equipamento especialmente projetado para o teste. Em outro laboratório, localizado a 12 quilômetros de distância, os pesquisadores mapearam os movimentos de ratinhos, traduzindo suas trajetórias na forma de imagens que foram projetadas no mesmo ambiente virtual ocupado pelos humanos.

Os participantes humanos interagiram com os animais, nem sempre sendo informados de que os avatares, na realidade, eram controlados por ratinhos. Da mesma forma, os ratos também interagiram com os avatares controlados pelos participantes humanos.

Segundo os cientistas, o experimento pode ajudar no estudo sobre o comportamento animal, permitindo que os pesquisadores interajam com os bichinhos e os observem de forma mais detalhada e sob uma perspectiva completamente nova. Além disso, a tecnologia também pode permitir que humanos, no futuro, possam explorar locais distantes ou potencialmente perigosos sem que seja necessário correr riscos ou realizar qualquer deslocamento real.