Se hoje vivemos em um tempo de transformar em foto nossos melhores momentos e publicar selfies e mais selfies no Instagram, vale lembrar que nem sempre foi assim e que a fotografia é, na verdade, um advento bastante recente em termos históricos.

Além de mostrar nossas caras e bocas, fotografias têm o poder quase mágico de congelar momentos e arquivar cenários que, com o passar do tempo, passam por inevitáveis mudanças. As fotos tiradas hoje nos pontos turísticos da sua cidade, por exemplo, serão bons relatos históricos para quem as examinar daqui a 100, 200 anos.

O contrário também é válido, e nos é incrivelmente curioso observar imagens antigas, feitas há um século, com a finalidade de observar detalhes de arquitetura, moda, postura social, espaços naturais e por aí vai. O problema é que a maioria dessas imagens é em preto e branco, não é mesmo? Bem... Nem todas.

Empurrãozinho dos irmãos Lumière

Naquela época, alguns profissionais eram contratados para fazer fotografias coloridas. Em um processo totalmente diferente do que temos hoje, o fotógrafo coloria cada imagem manualmente, para que ela ficasse o mais fiel possível à realidade – antes de 1907, pelo menos, fotografia colorida só assim mesmo.

Os responsáveis pela mudança de feitura fotográfica foram os geniais irmãos Auguste e Louis Lumière, que usaram grãos tingidos de amido de batata e emulsão sensível à luz para substituir o processo de coloração manual – não era de se estranhar que esse tipo de foto fosse bastante caro à época. Um dos primeiros livros de fotografia do mundo foi publicado graças à essa técnica dos irmãos Lumière.

Depois dos dois franceses, quem continuou a revolução fotográfica foi a Kodak, com a invenção do filme fotográfico, em 1935 – por causa da fotografia digital, que chegou para ficar, a empresa deixou de fabricar os filmes fotográficos em 2009.

O Bored Panda reuniu uma série magnífica de fotos feitas ainda com a técnica dos irmãos Lumière – são imagens que, além de bonitas, nos dão boas pistas de como era o mundo há mais de 100 anos. Confira:

1 – Christina in Red, 1913

2 – Irmãs fazendo um buquê de rosas, 1911

3 – Sra. A. Van Besten, 1910

4 – Dia no jardim, 1909

5 – Vendedora de flores em Paris, 1914

6 – A grandiosa Torre Eiffel, 1914

7 – Heinz e Eva, 1925

8 – Moulin Rouge, Paris, 1914

9 – Pequeno aviador, 1915

10 – Uma garotinha e sua boneca em Reims, na França, 1917

11 – A jovem e as margaridas, 1912

12 – Esta foi uma das primeiras fotos coloridas feita por Louis Lumière em 1907

13 – Charlie Chaplin, 1918

14 – Mulher fumando ópio, 1915

15 – Mark Twain, 1908

16 – Duas garotas vestindo roupas orientais, 1908

17 – Balões de ar em Paris, 1914

18 – Mercado de rua, Paris, 1914

19 – Garotas na sacada, 1908

20 – Mulher e garota descansando sob as árvores, 1910

21 – Van Besten pintando em seu jardim, 1912

22 – Eva e Heinz no Lago dos Quatro Cantões, na Suíça, 1927

23 – Retrato de família, Bélgica, 1913

24 – Mulher tricotando em Galway, na Irlanda, 1913

25 – Mostar, na Bósnia e Herzegovina, 1913

26 – Um Apan, jovem Samurai, em 1912

27 – Mãe e filhas com roupas tradicionais, Suécia, 1910

28 – Uma garota usando capa vermelha, 1907

29 – Leitura à beira do Nilo, 1920

30 – Lanchester 38hp Tourer, 1913

31 – Passeio de camelo, 1913

32 – Irmãs, 1908

33 – A filha de Louis Lumière e suas bonecas, 1913

34 – Laranjas gigantes em Paris, 1914

35 – Kyoto, Japão, 1912

36 – Comércio de rua em Sarajevo, 1912

37 – Quando ouvir música não era muito simples, 1912

38 – Porte Saint Denis, Paris, 1914

39 – Soldado francês em seu horário de almoço, 1917

40 – Metrô em Paris, 1914

***

Você sabia que o Mega Curioso também está no Instagram? Clique aqui para nos seguir e ficar por dentro de curiosidades exclusivas!