Sarcasmo na Coreia do Norte? Não pode mais!
252
Compartilhamentos

Sarcasmo na Coreia do Norte? Não pode mais!

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Não é de hoje que o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, surpreende com suas exigências bizarrinhas, autoritárias e exageradas. A novidade do momento é que o sarcasmo, aquele jeitinho irônico e meio ácido de comentar alguma coisa, está proibido no país. Não pode mais. Fim de papo.

A notícia foi divulgada pela Rádio Free Asia, que informou a nova ordem do Governo: todos os cidadãos do país estão proibidos de fazer críticas ao Governo atual, especialmente com comentários sarcásticos e indiretas de qualquer tipo. Segundo a notícia, o comunicado foi feito durante uma reunião de Estado na província de Jagang. A regra é simples: todo mundo de boca fechada.

Shiu!

Ao que tudo indica, essa nova proibição tem a ver com o fato de que muitos norte-coreanos fizeram graça das declarações de Kim Jong-un, que costuma culpar outros países por problemas internos da Coreia do Norte. Ser criticado, obviamente, é algo que não faz parte dos planos de Kim Jong-un.

Uma frase em específico acabou se tornando uma espécie de bordão entre os cidadãos, e quando alguém dizia que “Isso é tudo culpa da América”, as pessoas já entendiam: tem sarcasmo aí e, claro, uma crítica sutil ao Governo.

Kim Jong-un também foi criticado e chamado de tolo pelos norte-coreanos por não participar de cerimônias internacionais na China e na Rússia, em comemoração ao fim da Segunda Guerra Mundial. A ausência do líder nesses eventos fez surgir uma onda de críticas, e as pessoas começaram a dizer que ele é um tolo incapaz de ver o mundo exterior. A reação dele a isso? Proibir o sarcasmo. Simples assim.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.