Inscrições para quem quer colonizar Marte acabam no próximo dia 31
1.421
Compartilhamentos

Inscrições para quem quer colonizar Marte acabam no próximo dia 31

Último Vídeo

Você provavelmente já ouviu falar do projeto Mars One, não é mesmo? Ele pretende levar humanos para colonizar Marte a partir de 2023, e aqui no Mega Curioso nós já falamos bastante sobre isso. A ideia toda surgiu do holandês Bas Lansdorp e, segundo ele, 100 mil pessoas já se inscreveram no programa.

As inscrições permanecem abertas até o dia 31 deste mês, e Lansdorp acredita que o número de inscritos tende a aumentar durante as próximas semanas. Entre aqueles que querem colonizar o Planeta Vermelho, existem alguns brasileiros. Vale lembrar que a viagem contará apenas com uma passagem de ida para cada participante.

O programa seleciona seus participantes em um estilo “reality show”, já que o que conta são os vídeos que os candidatos precisam enviar para a avaliação. Se você quiser conhecer as pessoas já inscritas, clique aqui – para conferir os vídeos enviados por brasileiros, basta selecionar a opção “Brazil” no filtro à direita. Até o momento em que essa matéria foi escrita, havia 31 inscrições brasileiras disponíveis.

Processo

Fonte da imagem: Reprodução/NASA

A inscrição não é gratuita e varia conforme o país do candidato. É preciso pagá-la, mesmo que você nunca venha a ser selecionado; isso, segundo os organizadores, vai ajudar a financiar o projeto, que tem custo estimado no valor de US$ 6 bilhões.

Os colonizadores escolhidos deverão passar por quatro etapas, sendo elas: análise da inscrição e do vídeo; análise médica e física; votação do público – o participante escolhido será o mais votado entre os selecionados do seu país, sendo que cada nação terá entre 20 e 40 candidatos; e a última etapa, que é parecida com a terceira, com a diferença de que, uma vez que cada país escolha seu candidato, a votação passará a ser mundial e, entre todos os selecionados, serão classificados 24 viajantes. E aí? Você se inscreveria?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.