“Profeta” é preso por tentar ressuscitar cadáver em cemitério na Etiópia
42
Compartilhamentos

“Profeta” é preso por tentar ressuscitar cadáver em cemitério na Etiópia

Último Vídeo

Embora a gente fique sabendo de vez em quando de pessoas que foram dadas como mortas e acordaram no necrotério, durante o próprio velório e até chegaram a ser enterradas vivas, a verdade é que esses casos são relativamente raros. Já com relação às reanimações, apesar de existirem exemplos assombrosos de indivíduos que, depois de permanecerem “clinicamente mortos” por longos períodos, e de a medicina ter avançado absurdamente nesse sentido, existe um tempo hábil para poder trazer um sujeito de volta ao mundo dos vivos.

O que estamos tentando dizer é que, depois que uma pessoa falece mesmo, é sepultada e o processo de decomposição tem início, não tem como ressuscitar o infeliz, por mais que a gente não se conforme com a ideia e não queira aceitar a situação. No entanto, nada disso impediu um suposto “profeta” de tentar devolver a vida a um cadáver na Etiópia.

Deu ruim

Curiosamente — ou coincidentemente! —, a coisa toda aconteceu em uma cidadezinha chamada Galileia, que fica situada na região de Oromia, e, até onde se sabe, o tal profeta, um cara chamado Getayawkal Ayele, soube da morte de um homem cujo nome era Belay Biffu e abordou a família do falecido.

O pobre homem já tinha sido enterrado e tudo, mas Ayele procurou a família de Biffu, contou a história de Lázaro — e de como Jesus tinha realizado o milagre de ressuscitá-lo — e convenceu s coitados de que poderia replicar o milagre. Seja porque essas pessoas estavam muito abaladas pelo falecimento de Biffu ou porque o papo de Ayele foi muito convincente, o fato é que parece que todos concordaram em desenterrar o defunto para que o profeta pudesse “obrar”.

Profeta em açãoOlhe o "profeta" em ação (Daily Mail)

De acordo com testemunhas que assistiram — e filmaram! (você pode assistir às cenas através deste link, se quiser) — o “ritual”, após exumar o cadáver, Ayele iniciou a cerimônia que, basicamente, consistiu em gritar repetidamente muito próximo ao rosto do morto ordens para que ele acordasse. O “profeta” inclusive chegou a se deitar sobre o corpo já em processo de decomposição, mas, evidentemente, o esforço não deu em nada e Biffu não ressuscitou.

Profeta em açãoO ritual não deu muito certo... (Daily Mail)

A cena toda deve ter sido terrível, já que várias pessoas chegaram a desmaiar durante o ritual. Sem falar que, ao ver que as tentativas de Ayele não estavam dando resultado (a vá!), a galera começou a ficar nervosa e alguns parentes de Biffu partiram para cima do profeta. No fim, a polícia teve que ser chamada para pôr ordem no cemitério e, como “abusar de cadáveres” é considerado crime na Etiópia, Ayele foi preso e deve responder por seus atos.

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.