Seja o primeiro a compartilhar

4 cidades fantasma que foram abandonadas sem motivo

Pripyat, na Ucrânia, é uma das cidades fantasmas mais conhecidas do mundo. Afinal, é lá que ficava a usina nuclear de Chernobyl, que explodiu na madrugada de 26 de abril de 1986. Nos dias seguintes à tragédia, dezenas de milhares de pessoas deixaram tudo pra trás e largaram Pripyat “ao Deus-dará”, por razões óbvias. 

Contudo, em outros casos, não há um motivo tão lógico e repentino para que uma cidade seja abandonada. Afinal, se não aconteceu nada de grave, por que todos foram embora? Como você vai ver, sempre existe alguma motivação para que o lugar esteja largado às moscas — mas não deixa de ser interessante desvendar o que aconteceu. 

1. Dudleytown, Connecticut, Estados Unidos

Começando por outra cidade fantasma conhecida, vamos falar de Dudleytown: ela estimulou muitas histórias de terror sobre uma terrível maldição que paira sobre a família Dudley, fundadora do vilarejo. 

Nos anos 90, o filme A Bruxa de Blair fez com que muita gente se interessasse pelas histórias e resolvesse visitar o local, geralmente praticando vandalismo. Como o terreno do vilarejo é propriedade particular, os donos resolveram fechá-lo, simplesmente.

A questão é que, apesar disso, não há uma explicação lógica para que a cidade tenha ficado sem nenhum residente já no início do século XX. Há quem jure de pé junto que é culpa dos fantasmas ou das maldições. Mas fatos, mesmo, existem poucos. 

2. Parksville, Nova York, Estados Unidos

Fonte: Atlas Obscura
(Fonte: Atlas Obscura/Reprodução)

Fundada no início do século XIX, Parksville era uma próspera vila no interior do estado de Nova York, Estados Unidos. Sua principal indústria era o turismo, especialmente após a inauguração de uma linha de trem que passava pelo local. 

Mas a Grande Depressão dos anos 30 fez com que os turistas sumissem — e o ganha-pão da cidade também. Os hotéis foram fechando um por um e, nos anos 1950, a linha de trem foi desativada. Em décadas seguintes, alguns comerciantes até tentaram dar uma nova vida para a cidade… Porém as pessoas só fizeram ir embora, mesmo assim. Será que a última apagou a luz?

3. Naypyidaw, Myanmar

Fonte: The Telegraph
(Fonte: The Telegraph/Reprodução)

A capital do Myanmar talvez não seja uma cidade fantasma, nas definições restritas do termo — oficialmente, há um milhão de habitantes no local —, mas essa é a impressão que a maioria dos visitantes têm quando passa pelas enormes avenidas e não vê uma alma viva andando por elas. 

Isso porque Myanmar é um país populoso — 53 milhões de habitantes — e sua capital costumava ser Yangon, na costa, onde vivem mais de 5 milhões de pessoas. Até que o governo militar resolveu construir uma nova cidade no centro do território. Entre outros motivos escusos para fazer isso, o que os militares queriam era evitar protestos.

Eles só não esperavam era que tão pouca gente resolvesse se mudar para o elefante branco que tinham construído. Há uma infinidade de ruas sem carros, de casas sem moradores e de terrenos que ninguém quer. Um milhão de pessoas é pouco para tanta cidade — e, na verdade, é provável que esse número seja inflado pelo governo.

A maioria dos habitantes, empresas e instituições internacionais ficou mesmo em Yangon. E foi desse jeito que Naypyidaw ganhou o apelido de “capital mais estranha do mundo”. 

4. Fordlândia, Brasil

Fonte: Wikimedia Commons
Fonte: Wikimedia Commons

Sim! Nós temos uma cidade brasileira nessa lista — e a gente já contou essa história em detalhes, nesse outro post. Mas, resumindo tudo, o magnata estadunidense Henry Ford resolveu construir sua própria fábrica de borracha na Amazônia, para suprir suas linhas de produção na Terra do Tio Sam. Mas, como se isso não bastasse, ele também decidiu levantar uma cidade inteira para funcionar como um sonho americano no Brasil.

Não demorou muito para que as regras de Ford — que incluíam uma dieta americana à base de hambúrguer, nada de festas e horários restritos — deixassem os brasileiros p… da vida. A produção de borracha era muito aquém do que as fábricas precisavam e logo os nativos botaram os gringos para correr. Poucos anos depois, a Ford vendeu as terras para o governo e a cidade foi abandonada. 

Esses são os quatro casos que nós resolvemos destacar. Se você conhece mais algum, conte pra gente nos comentários. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.