É verdade que há mais pessoas no mundo hoje do que todas que já morreram?
1.114
Compartilhamentos

É verdade que há mais pessoas no mundo hoje do que todas que já morreram?

Último Vídeo

Você ficou um pouco confuso com a pergunta acima? Então deixe a gente reformular para você entender melhor sobre o que estamos falando: será que a atual população mundial é maior do o número total de pessoas que já viveram sobre a face da Terra ao longo da história da humanidade? Aliás, você já tinha visto essa informação antes?

Pois, de acordo com Debra Kelly, do portal KnowledgeNuts, vira e mexe alguém publica esse dado — isto é, que existe mais gente viva hoje do que todo mundo que já viveu no planeta — como sendo um fato quando, na realidade, esse papo não passa de balela. Uma balela que surgiu na década de 70, para sermos mais exatos.

Mito

Segundo Debra, quando essa história sobre a quantidade de gente no mundo começou a circular, a informação alegava que 75% dos humanos que já haviam existido no planeta ainda se encontravam vivos na época — em uma alusão ao fato de a população mundial estar vivendo mais tempo do que nunca. Como é que isso se transformou no mito, ninguém sabe ao certo.

A população mundial é imensa, mas será que ela é maior do que o total de pessoas que já existiram?

Bem, de acordo com Debra, em 2011, o pessoal do Population Reference Bureau, uma organização sem fins lucrativos que se dedica a estudos sobre a população mundial, decidiu estimar quantas pessoas já passaram pela face da Terra. Vale lembrar que, para isso, eles tiveram que fazer uma série de considerações e levantamentos estatísticos, já que existe uma diversidade enorme de variáveis que podem afetar o resultado.

Para você ter uma ideia, foi só por volta do século 19 que países e governos começaram a se organizar e realizar censos populacionais e, assim, manter registros mais ou menos confiáveis para referência. Portanto, o pessoal da organização teve que pensar muito em como levantar os números de que eles precisavam.

Assim, eles tiveram que ponderar, por exemplo, a respeito de quando os humanos surgiram no planeta como espécie para iniciar seus cálculos. Afinal, existem registros de que alguns dos ancestrais mais antigos do Homo sapiens começaram a aparecer há mais de 700 mil anos, enquanto os humanos modernos só surgiram cerca de 50 mil anos atrás.

Muitas variáveis para considerar

Além disso, é complicado determinar quantas pessoas existiam naquela época, mas estudos apontam que havia perto de 5 milhões de indivíduos quando a agricultura começou a ser desenvolvida.

Os pesquisadores ainda incluíram nas estimativas aspectos como pragas, desastres naturais e outras calamidades e tiveram que lançar mão do bom e velho “chutômetro” na hora de calcular quanta gente havia na virada entre a.C. e d.C. Enfim, deu para notar que não foi uma conta simples, né?

Resultados

Os pesquisadores do Population Reference Bureau decidiram fazer seus cálculos a partir de 50 mil anos em diante, ou seja, desde o surgimento dos humanos modernos, e consideraram estimativas sobre tamanhos populacionais, índices de nascimentos, mortalidade etc. Eles também incluíram nas contas as variáveis que a gente mencionou antes e, depois de fazer uma porção de continhas, chegaram à conclusão de que aproximadamente 107 bilhões de pessoas já viveram no mundo.

Mito desmistificado!

Pois bem, pensando que em 2011 — ano em que o cálculo foi realizado — a população mundial era de 6,987 bilhões de pessoas, isso significa que os indivíduos vivos representavam (aproximadamente e jamais exatamente!) 6,5% de todos os indivíduos que já existiram ao longo da história da humanidade. Portanto, o mito foi... desmistificado, e, se você se deparar com essa informação algum dia, já sabe que ela não é verdadeira.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.