Adidas vai dobrar produção de tênis feitos de plástico retirado dos oceanos
2.318
Compartilhamentos

Adidas vai dobrar produção de tênis feitos de plástico retirado dos oceanos

Último Vídeo

A Adidas confirmou em fevereiro de 2019, que vai dobrar a produção dos tênis feitos com plástico retirado dos oceanos. A estimativa é que mais de 11 milhões de pares sejam produzidos para atender a procura dos consumidores. O anúncio é uma resposta a grande demanda do público que cada vez mais procura produtos ambientalmente sustentáveis e que representem uma solução para a crise ambiental. 

Em 2018, a empresa produziu mais de cinco milhões de pares do tênis Ultra BOOST, que conta com uma parceria da ONG Parley for Oceans. O modelo é 95% composto por plástico retirado dos oceanos e 5% de poliester reciclado, composição similar ao material usado nos uniformes dos time Real Madrid e Bayer de Munique, por exemplo. A aposta da Adidas é baseada no crescimento expressivo das vendas, quem em 2017 surpreendeu com um milhão de pares, após o lançamento de apenas 50 unidades do protótipo Ultra BOOST, em 2016. 

Eric Liedtke, executivo global de marcas da Adidas, afirmou que mais que beleza ou conforto, a empresa procura maneiras de ajudar o meio ambiente. "Com os produtos Adidas feitos de plástico reciclado, oferecemos aos nossos consumidores um real valor agregado além da aparência, funcionalidade e qualidade do produto, porque cada sapato é uma pequena contribuição para a preservação de nossos oceanos. Portanto, depois de um milhão de pares de calçados produzidos em 2017 e cinco milhões em 2018, planejamos produzir 11 milhões de pares de calçados contendo plástico oceânico reciclado em 2019”, concluiu. 

Cada par do modelo retira o equivalente a 11 garrafas plásticas dos mares, o que é de responsabilidade da Parley for Oceans. A operação da ONG está localizada nas Maldivas e ao longo de mil ilhas de corais na costa oeste da Índia. Parley também fornece plástico para a cervejaria Corona, a marca de moda de luxo Stella McCartney e a varejista de roupas outdoor Patagonia.

A empresa também se comprometeu a tornar-se neutra em carbono até 2050, com uma meta interina de reduzir em 30% sua pegada de carbono global até 2030. Esses compromissos fazem parte da adesão da Adidas à Carta da Indústria da Moda da ONU para Ação Climática, que foi anunciada na conferência COP24, na Polônia. A carta foi assinada por 43 grandes marcas de moda de todo o mundo, incluindo a H & M, Inditex e Gap.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.