O que o Guinness Book tem a ver com uma cerveja irlandesa?
62
Compartilhamentos

O que o Guinness Book tem a ver com uma cerveja irlandesa?

Último Vídeo

As pessoas já estão acostumadas com as notícias bizarras a respeito de algum novo recorde publicado no Guinness Book, mas quando essa história teve início? Por que será que temos tanto interesse pelas coisas mais bizarras do mundo, ainda que apenas como leitores delas?

Tudo começou na Irlanda, aquele país supersimpático pertinho da Inglaterra. A cerveja local daquela ilha gelada é a Guinness, popular entre irlandeses e ingleses devido ao seu aspecto cremoso, coloração escura e sabor marcante. O nome Guinness vem de Arthur Guinness, o criador da cerveja.

Foi em 1951 que o diretor da cervejaria Guinness, Sir Hugh Beaver, fez uma pergunta estranha, durante um festival de caça na Irlanda. Ele queria saber, basicamente, qual era o pássaro europeu mais rápido nesse tipo de competição. Vem daí, portanto, o nome do livro, resultado dessa união de cervejaria, pássaros e dúvidas.

“Cheers”!

Capa da primeira edição do Livro dos Recordes Fonte da imagem: Reprodução/Etsy

Apesar de terem pesquisado em inúmeros livros e bibliotecas, a resposta a respeito do pássaro não apareceu. E, da mesma forma como estava diante de uma pergunta sem resposta, Sir Hugh percebeu que havia muitas outras questões não solucionadas. Ele então pediu ajuda aos gêmeos investigadores Norris e Ross McWhirter para criar um livro que reunisse vários tipos de perguntas bizarras e suas respostas interessantes.

A primeira edição do Livro dos Recordes foi lançada em 27 de agosto de 1955 e já no Natal daquele ano foi o livro mais vendido de todo o Reino Unido. Desde então, o livro é anualmente editado, com novos recordes registrados. Os curiosos de plantão agradecem.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.