Displasia cleidocraniana: a doença de Dustin, de 'Stranger Things'

Displasia cleidocraniana: a doença de Dustin, de 'Stranger Things'

Último Vídeo

O ator Gaten Matarazzo, que interpreta Dustin na série Stranger Things, da Netflix, fez recentemente uma cirurgia para tratar da displasia cleidocraniana. Segundo informações do ator, ocorreu tudo bem durante a operação, que teve a duração de quatro horas. Ele acredita que esta possa ser a última que ele necessitará.

Mas no que consiste essa doença? O que ela causa no indivíduo? De que forma afeta a vida e o desenvolvimento da pessoa?

O que é a displasia cleidocraniana?

A displasia cleidocraniana nada mais é do que uma condição genética, ou melhor dizendo, uma espécie de má formação genética e hereditária bastante rara na qual há um atraso no desenvolvimento dos ossos do crânio e da região dos ombros da criança, assim como também nos dentes dela.

Uma família pode ter várias pessoas sofrendo desta condição, com características e sintomas que variam de uma para outra. Dessa forma, caberá ao médico fazer uma avaliação individual de cada caso em particular.

Raio-X de alguém com displasia. Fonte: Amino Apps/Reprodução.

Entre as características desta doença, pode-se citar as seguintes:

  • Nariz bem largo;
  • Ombros mais estreitos e flexíveis;
  • Crescimento atrasado da arcada dentária;
  • Demora no fechamento das moleiras nos bebês;
  • Testa e queixo mais protuberantes;
  • Clavículas encurtadas ou mesmo ausentes;
  • Céu da boca mais alto que o habitual.

Além de tudo isso, esta condição genética rara também pode afetar a coluna vertebral, causando eventualmente problemas como escoliose e baixa estatura. No mais, pode provocar também alterações nos seios nasais, o que pode induzir crises de sinusite na criança.

É uma doença que aparece com maior frequência em crianças cujos ambos os pais ou apenas um deles é portador da malformação. Entretanto, ela pode aparecer mesmo em pessoas sem nenhum caso igual na família, por conta de uma mutação genética.

De que forma é feito o diagnóstico e como tratar?

Geralmente, o diagnóstico é realizado pelo pediatra depois de observar as características da condição. Para se confirmar as alterações nos ossos, faz-se necessário a realização de exames de raio X.

O tratamento a ser implementado dependerá do que a doença alterará. Entre os mais comuns estão os tratamentos ortodônticos, suplementação vitamínica, terapia de fala e tratamento para sinusite.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.