Sorrisos falsos podem aumentar sua positividade, diz estudo

Sorrisos falsos podem aumentar sua positividade, diz estudo

Último Vídeo

Sorrir é a resposta para melhorar o seu humor, é o que dizem os pesquisadores da Universidade da Austrália Meridional. Segundo o artigo publicano na Experimental Psychology, mesmo um sorriso falso pode influenciar nas respostas do nosso cérebro que definem o humor humano.

O documento afirma que forçar uma aparência contente pode induzir a mente a receber expressões faciais e corporais de outras pessoas de uma maneira mais positiva. Essa cadeia de reações faria com que o corpo se sentisse "alegre" e elevaria o bem-estar.

Sorria, você está sendo estudado

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Para validar a teoria de que o ato de sorrir faria com que os indivíduos se sentissem mais felizes, os pesquisadores reuniram um grupo de pessoas e pediram para que segurassem uma caneta entre os dentes.

A força produzida para segurar o objeto na arcada dentária faz com que a boca entre em uma espécie de sorriso forçado. Então, os cientistas puderam medir quais eram as respostas mentais produzidas pelos analisados, uma vez sorrindo e outra não, ao serem estimulados com expressões faciais e corporais de outras pessoas.

Os resultados mostraram que aqueles que seguravam as canetas entre os dentes passaram a perceber as reações alheias de maneira mais positiva do que quem permaneceu com uma postura séria.

Segundo a equipe, o experimento fornece informações claras de que um sorriso falso pode melhorar a percepção pessoal sobre outros independente do estado mental em que o analisado se encontra. 

Importância para a saúde mental

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Em declaração oficial, o líder da pesquisa e expert na cognição humana e artificial, Dr. Marmolejo-Ramos, fez questão de ressaltar as vantagens produzidas pela nova descoberta.

"Em nosso experimento, nós descobrimos que o ato de forçar um sorriso estimula a amígdala, — centro emocional do cérebro — que libera neurotransmissores para encorajar um estado emocional positivo no corpo", argumentou o médico.

E ainda destacou que o estudo pode gerar grandes implicações para o campo da psicologia. Caso o cérebro consiga enxergar esses estímulos como "felicidade", esse exercício teria potencial para melhorar a saúde mental de pacientes que sofrem com transtornos como ansiedade e depressão.

Enquanto resultados mais claros sobre o campo de estudo não se concretizam, só existe uma coisa que você pode continuar fazendo: sorrir!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.