Seja o primeiro a compartilhar

O que é compulsão alimentar e como evitá-la?

Alguma vez você já notou que anda comendo quantidades exageradas de comida em pouquíssimo tempo? Se sim, tome cuidado pois você pode estar desenvolvendo uma compulsão alimentar. Além desse hábito ser considerado uma compulsão alimentar, ele também pode acarretar em diversos problemas de saúde para o futuro.

Assim como a anorexia e a bulimia, o transtorno da compulsão alimentar é também um tipo de problema de saúde com origem multifatorial e que necessita de ajuda médica. Por isso, é essencial que as pessoas entendam um pouco mais sobre esse diagnóstico e o que fazer para tratá-lo. 

Efeitos da compulsão alimentar

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

A compulsão alimentar é caracterizada pelo consumo excessivo de alimentos em um curto espaço de tempo, o que acaba substituindo uma rotina de alimentação saudável e ideal. Um indivíduo com esse tipo de transtorno ingere quantidades de alimento muito maiores do que as outras pessoas costumam ingerir em circunstâncias parecidas.

Além disso, um paciente sofrendo com esse problema costuma se sentir culpado por não conseguir se controlar diante da comida após um episódio de compulsão alimentar, o que por sua vez gera a auto-recriminação. Nesses casos, é comum identificar entre esses indivíduos sintomas de tristeza, ansiedade e depressão.

Por outro lado, a questão emocional não é o único problema. A compulsão alimentar favorece o ganho de peso e também causa predisposição à hipertensão, ao diabetes, e ao desenvolvimento de outras doenças associadas ao excesso de gordura corporal nos indivíduos. 

Tratamentos

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Um dos maiores problemas da compulsão alimentar é que o diagnóstico do problema costuma ser feito de maneira extremamente tardia por quem sofre. Por mais que a pessoa saiba que está fazendo algo errado, na maioria das vezes ela só conseguirá identificar o transtorno se lhe auxiliarem na sua identificação.

Algumas perguntas que ajudam no diagnóstico do problema são as seguintes:

  • Possui sensação de mal estar por ter o estômago sempre cheio?
  • Já sentiu não ter controle sobre o que come?
  • Você pensa exageradamente em comida?
  • Sente-se culpado por ter comido mais do que devia?
  • Já comeu escondido para não ser julgado por outras pessoas?

Em caso de resposta positiva para dois ou mais desses questionamentos, é essencial buscar auxílio médico. O tratamento dos transtornos alimentares envolve a regularização do padrão alimentar junto a orientação nutricional, além do tratamento psicológico e psiquiátrico para cada caso. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.