10
Compartilhamentos

Simone Biles pede licença de final para cuidar de saúde mental

Após ter sido colocada na reserva nas finais por equipe, Simone Biles pediu licença para não participar da final individual geral da ginastica artística nas Olimpíadas de Tóquio 2020. Quatro vezes medalhista de ouro e uma vez medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016, a norte-americana é considerada uma das maiores atletas de todos os tempos na categoria.

De acordo com o comunicado oficial divulgado pela Equipe de Ginástica dos Estados Unidos nas redes sociais, o motivo da ausência de Biles nas competições se dá para que a atleta possa cuidar de sua saúde mental. A nota ainda destaca que a decisão foi apoiada por todos e parabenizou a ginasta pela coragem de lidar com esse problema.

Pressão por desempenho

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Desde o começo das Olimpíadas, Simone Biles vinha demonstrando que algo estava errado com seu desempenho. Na terça-feira (27), a atleta cometeu uma grande falha no salto, que era seu primeiro aparelho nas finais por equipe. Para a surpresa de muitos, ela acabou sendo retirada da rotação dos demais aparelhos.

Na segunda-feira (26), uma publicação no Instagram de Biles dizia que "é como se eu tivesse o peso do mundo sobre os meus ombros às vezes", ela escreveu. Em entrevista para a imprensa após as provas, a ginasta afirmou que "sempre que você entra em uma situação de alto estresse, você meio que enlouquece e realmente não sabe como lidar com todas essas emoções, especialmente nos Jogos Olímpicos."

Então, após passar por uma avaliação médica, a atleta acabou optando por se retirar da competição e focar em cuidar da sua saúde mental e bem-estar pessoal. Mesmo sem Biles, os EUA ainda conseguiram conquistar a medalha de prata nas finais de equipes e ainda têm grandes chances de medalhas nas categorias individuais.

Histórico de Biles

Ainda com apenas 24 anos de idade, Biles tornou-se uma verdadeira referência na ginástica. Além do forte desempenho na Rio 2016, a atleta é dona de 25 medalhas em campeonatos mundiais, sendo 19 delas de ouro. Consequentemente, acabou sendo a ginasta mais condecorada da história do país.

Porém, o incrível número de vitórias também desencadeou uma enorme pressão por desempenho. "Eu sei que eu ignoro e faço parecer que a pressão não me afeta, mas às vezes é difícil!", desabafou em suas redes sociais. Ao mesmo tempo, a ginasta norte-americana tem se mostrado um verdadeiro exemplo de cuidados com a saúde.

“É normal até mesmo ficar de fora das grandes competições para se concentrar em si mesmo, porque isso mostra o quão forte é um competidor e pessoa que você realmente é, em vez de apenas ignorar tudo isso", disse Biles enquanto comemorava o resultado de suas colegas nos Jogos Olímpicos.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.