Seja o primeiro a compartilhar

TPM masculina existe e é mais comum do que você imagina

Toda mulher sabe o quão complicado é quando “aqueles dias do mês” chegam. No entanto, o que muitas nem desconfiam é que os homens também podem experimentar alterações hormonais.

A chamada TPM masculina não vem acompanhada de sangramento no homem e nem possui os mesmos sintomas sentidos pelas mulheres, mas as alterações podem, ainda assim, levar a alguns efeitos colaterais bastante intensos.

(Fonte: Shutterstock/Reprodução)(Fonte: Shutterstock)

O que é a TPM masculina?

A expressão TPM masculina é, na verdade, um apelido para a síndrome do homem irritável. Afinal, não se trata de uma tensão pré-menstrual como nas mulheres. Essa síndrome tem como principal causa mudanças nos níveis hormonais, especialmente na testosterona, o popular hormônio masculino.

É importante destacar que a testosterona regula muita coisa no corpo do homem. Por exemplo, a massa muscular, os pelos faciais, a voz profunda e, claro, o desejo sexual. Conforme os anos vão passando, é normal que a quantidade de testosterona produzida pelo corpo masculino comece a diminuir.

Geralmente, quanto mais velhos os homens, mais baixos são os níveis de testosterona. E quando os níveis desse hormônio ficam abaixo dos limites ideais, eles ficam propensos a desenvolver a síndrome do homem irritável.

Contudo, existem outros fatores que podem contribuir para a TPM masculina, como um quadro de ansiedade, alimentação desequilibrada e altos níveis de estresse.

(Fonte: Shutterstock/ Reprodução)(Fonte: Shutterstock)

Como se manifesta?

Basicamente, a TPM masculina se apresenta de três formas:

  1.  Irritável: o sintoma mais perceptível, em que até pequenas coisas podem provocar frustrações e raiva profunda;
  2. Reativo: esse tipo é um pouco mais complexo. Devido às reações intensas, a pessoa pode começar a ter comportamentos abusivos, resultando em problemas e conflitos nos relacionamentos;
  3. Retirada: nesse caso, o homem se isola e perde a vontade de interagir, podendo até abandonar seus relacionamentos e compromissos mais importantes.

(Fonte: Shutterstock/ Reprodução)(Fonte: Shutterstock)

Para gerenciar essa condição existem remédios específicos, a exemplo dos medicamentos hormonais. Mudanças na dieta e prática de exercício também são úteis para lidar com os efeitos colaterais da queda hormonal.

Por fim, vale lembrar que cada indivíduo reage de uma maneira própria a TPM masculina. De qualquer forma, é importante saber que existe uma causa por trás dos sintomas e da mudança de comportamento. Ou seja, não é que seu parceiro esteja se tornando um homem rabugento: há fatores que precisam ser analisados e discutidos seriamente, incluindo com um médico.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.