Seja o primeiro a compartilhar

Motosserra: a curiosa história da antecessora do bisturi

Quem olha uma motosserra hoje em dia encontra, entre as suas aplicações, a facilidade para serrar uma árvore, por exemplo. Porém, o que talvez muitos não saibam é que inicialmente esse equipamento tinha outra utilidade, mais especificamente na medicina.

Durante o século XVIII, era muito comum os médicos recorrerem a um método chamado sinfisiotomia para ajudar as mulheres a darem à luz. Essa era uma manobra utilizada apenas em casos de muita complicação e como as cesarianas ainda eram perigosas por conta de infecções, ela acabou como a mais utilizada por quase três séculos desde 1597, quando se popularizou.

E no que consistia essa técnica? No momento do parto, o médico utilizava uma faca para separar o músculo cartilaginoso que conecta a sínfise púbica, ajudando a alargar o canal por onde o bebê passaria. Em linhas gerais, essa era uma forma de "dividir" a pélvis da mulher ao meio, mas era algo que causava muito mais dor nas pacientes.

Você consegue imaginar como seria fazer um parto utilizando uma motosserra? (Fonte: Shutterstock/Reprodução)Você consegue imaginar como seria fazer um parto utilizando uma motosserra? (Fonte: Shutterstock/Reprodução)

Eis que surge a motosserra

Observando todos esses quadros, os médicos escoceses John Aitken e James Jeffray criaram, durante a década de 1780, um dispositivo que conseguiria fazer cortes mais precisos utilizando uma corrente para fazer movimentos repetitivos.

A primeira motosserra surge nesse contexto, trazendo uma longa corrente com dentes serrilhados e um cabo em cada uma das extremidades. Com esse equipamento os médicos conseguiam cortar a sínfise de uma maneira mais rápida e muito mais precisa.

Com o passar dos anos, o uso da motosserra nos procedimentos de sinfisiotomias foi se tornando cada vez mais comum, especialmente após a popularização do uso de anestésicos em cirurgias. Aliás, seu uso era tão recorrente que não demorou para ela aparecer em outros procedimentos além dos partos — pelo menos até o momento em que outros caminhos foram surgindo na medicina.

Foi apenas no século XX que um madeireiro de São Francisco, na Califórnia, percebeu que uma motosserra seria perfeita para derrubar árvores, trazendo o equipamento para a realidade que conhecemos hoje em dia — e, para felicidades de muitos, encerrando sua utilização na medicina.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.