Seja o primeiro a compartilhar

Covid-19 aumenta risco de Alzheimer, Parkinson e AVC

Não há dúvidas de que a covid-19 tem sido bastante falada e estudada nos últimos meses. Ainda existem elementos envolvendo essa doença que serão descobertos ao longo do tempo, e um deles é o fato de que os afetados pelo coronavírus são mais propensos a desenvolver outros problemas neurológicos posteriormente.

Durante o 8º Congresso da Academia Europeia de Neurologia, um estudo dinamarquês revelou que pessoas que testaram positivo para a covid-19 têm mais chances de desenvolver outros problemas de saúde, como Alzheimer, Parkinson e AVC.

Para chegar a esse resultado, o time observou a base de dados de saúde da metade da população dinamarquesa, além de aproximadamente um milhão de pessoas que fizeram o teste de detecção para covid-19 entre fevereiro de 2020 e novembro de 2021.

Maior chance de desenvolver Alzheimer pode ser um dos resultados para os que testaram positivo para covid-19.Maior chance de desenvolver Alzheimer pode ser um dos resultados para os que testaram positivo para covid-19.


Risco aumentado de doenças

Após analisar o dado, os cientistas concluíram que, das 43.375 pessoas que testaram positivo para covid-19, estas possuem 3,5 vezes mais chances de desenvolver Alzheimer. Já para Parkinson esse número é de 2,6 vezes, acidente vascular cerebral isquêmico com 2,7 vezes e 4,8 vezes para sangramento no cérebro.

“Encontramos suporte para um risco aumentado de ser diagnosticado com distúrbios neurodegenerativos e cerebrovasculares em pacientes positivos para covid-19, que devem ser confirmados ou refutados por grandes estudos de registro em um futuro próximo”, comentou Dr. Pardis Zarifkar, do departamento de neurologia do hospital Riget, na Dinamarca.

"Mais de dois anos após o início da pandemia da covid-19, a natureza precisa e a evolução dos efeitos da doença em desordens neurais permanece sem caracterização. Estudos prévios estabeleceram uma associação (da doença) com síndromes neurológicas, mas até agora ainda é incerto se a covid-19 também é a influência de problemas neurológicos específicos e quando isso se diferencia de outras infecções respiratórias", concluiu o doutor.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.