Seja o primeiro a compartilhar

'A sociedade da neve': entenda a cor escura da urina dos sobreviventes

A história real dos sobreviventes do voo 571 da Força Aérea Uruguaia, que caiu nos Andes em 1972, continua a fascinar e aterrorizar o mundo. O filme A sociedade da neve, dirigido pelo espanhol Juan Antonio Bayona, trouxe novamente à tona os horrores e os desafios enfrentados pelos sobreviventes durante os 72 dias em que estiveram isolados na cordilheira, lutando contra as adversidades extremas para se manterem vivos.

Um dos detalhes mais chocantes e menos conhecidos dessa jornada terrível é a transformação da cor da urina desses indivíduos para um tom escuro, quase preto. Então, quais seriam os motivos por trás dessa mudança assustadora?

O corpo levado ao extremo

(Fonte: Netflix/Reprodução)(Fonte: Netflix/Reprodução)

O fenômeno, retratado com precisão no filme, é um indicativo claro de desidratação severa, uma das muitas adversidades enfrentadas pelo grupo. Tal problema ocorre quando o corpo perde mais líquidos do que ingere, fazendo com que o conteúdo no organismo caia abaixo dos níveis necessários para o funcionamento saudável.

Além dessa condição, os sobreviventes sofreram com a fome, o frio extremo e as lesões físicas resultantes do acidente. A falta de alimentos e água potável os levou a tomar decisões radicais, como a prática do canibalismo, alimentando-se dos cadáveres dos passageiros mortos para evitar a inanição. Essa escolha dramática, embora controversa, foi crucial para a sobrevivência dessas pessoas e é um testemunho da vontade humana de viver, mesmo nas condições mais adversas.

(Fonte: Netflix/Reprodução)(Fonte: Netflix/Reprodução)

O preocupante tom escuro não era apenas um sinal de desidratação, mas também um indicativo de outras condições médicas graves que os indivíduos enfrentavam, como a rabdomiólise. Essa síndrome é caracterizada pela destruição do tecido muscular, que libera uma proteína chamada mioglobina na corrente sanguínea. Quando a concentração dessa proteína aumenta, ela é excretada pela urina, o que causa a coloração escura.

Além disso, outros problemas de saúde, como infecções urinárias graves, também podem alterar a cor da urina. No entanto, no contexto extremo vivido pelos sobreviventes dos Andes, a desidratação grave e a consequente concentração de resíduos no organismo foram os principais fatores que levaram a tal alteração alarmante.

A Sociedade da Neve não apenas narra a luta pela sobrevivência dos envolvidos no trágico acidente, mas também serve como um lembrete da importância de estar atento aos sinais que nosso corpo nos dá. Embora seja óbvio os passageiros restantes do voo 571 não tivessem acesso tais cuidados naquele momento desolador, alterações na coloração da urina podem indicar uma variedade de condições de saúde, algumas das quais exigem atenção médica imediata. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.