(Fonte da imagem: Reprodução/NY Daily News)

De acordo com o site NY Daily News, o norte-americano Zac Vawter subiu os 103 andares do icônico edifício Willis Tower de Chicago com a ajuda de uma prótese biônica, concluindo o desafio em pouco mais de 53 minutos no último domingo, dia 04 de novembro.

Vawter, que perdeu a perna direita em um acidente de moto há três anos, se tornou a primeira pessoa a realizar uma façanha desse tipo, utilizando para isso uma perna mecânica controlada pelo cérebro. A prótese, que pesa aproximadamente 4,5 quilos e custa 8 milhões de dólares, conta com dois motores responsáveis por mover o tornozelo e o joelho de maneira independente.

Prótese controlada pela mente

Segundo a publicação a perna biônica está conectada ao sistema nervoso de Vawter e foi projetada para responder a impulsos elétricos enviados pelos músculos ainda presentes no membro amputado do rapaz. Dessa forma, a prótese computadorizada responde de acordo com os comandos enviados pelo cérebro de Vawter.

Contudo, apesar do excelente desempenho apresentado pelo membro biônico, os pesquisadores responsáveis pelo projeto — do MIT, Universidade Vanderbilt e do Instituto de Reabilitação de Chicago — esperam realizar mais ajustes e melhorar a prótese, que ainda demorará alguns anos até ser disponibilizada no mercado.