Teoria da Conspiração insana tem rainha Elizabeth, Illuminatis e clones
1.553
Compartilhamentos

Teoria da Conspiração insana tem rainha Elizabeth, Illuminatis e clones

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Por acaso você já se surpreendeu ao perceber que uma celebridade qualquer, de repente, parece meio... estranha? Você não sabe identificar exatamente o que mudou: pode ser a linha dos cabelos que ficou mais baixa, o rosto que se tornou mais anguloso, o tom da pele ligeiramente mais pálido... No entanto, que algo está diferente, isso está! Você só não consegue encontrar uma explicação para a mudança.

Pois agora você não tem mais que se preocupar em achar uma resposta para esse mistério. Isso porque, de acordo com Ashley Feinberg, do portal Gizmodo, um cara chamado Donald Marshall tem uma explicação — pra lá de maluca, diga-se de passagem — para as supostas metamorfoses das celebridades, e ela envolve mortes, clonagens e diversas sociedades secretas.

Preparado?

Segundo Ashley, há alguns anos Donald revelou através de seu perfil no Facebook que ele havia descoberto que era um clone. Sim, caro leitor, uma cópia idêntica dele mesmo. E, conforme contou, ele nasceu em uma estação de clonagem administrada por ninguém menos do que a rainha da Inglaterra, Elizabeth II. Mas, calma, a coisa fica ainda melhor!

Esse seria Donald Marshall — ou um de seus clones

Enquanto morava nesse local — acompanhado de sua família —, Donald descobriu que tudo fazia parte de um projeto conduzido por um grupo cujos membros pertencem à maçonaria, à Sociedade Vril, sobre a qual já falamos aqui no Mega Curioso, e à cientologia que, por sua vez, teria ligação com os Illuminati.

Segundo Donald, os elusivos Illuminati — entre os quais, como você sabe, estariam os líderes dos países que compõem o G20 — costumam se reunir em bunkers subterrâneos, e esses locais ocultos serviriam de base para uma incrivelmente lucrativa rede de clonagem de celebridades. É por isso que temos a impressão de que alguns famosos, de repente, se tornam ligeiramente diferentes: porque eles foram clonados, oras bolas!

Mas... Oi?

De acordo com Donald, o clone, a criação de cópias humanas só começou depois da Segunda Guerra Mundial, quando os membros do grupo secreto começaram a convidar músicos famosos e estrelas de cinema para conhecer as instalações da organização. Contudo, ninguém ficou sabendo do projeto porque os responsáveis por ele teriam o poder de controlar quem seria capaz de lembrar ou esquecer o que havia visto nos bunkers.

Segundo Donald, alguns clones seriam usados simplesmente para entreter os membros do grupo, participando de lutas ao melhor estilo “gladiadores da Roma Antiga”, em rituais de sacrifício conduzidos pelos Illuminati ou, ainda, para alimentar as perversões sexuais dos responsáveis pelo projeto. Outros clones seriam mantidos para suprir eventuais necessidades das celebridades originais — caso elas precisassem passar por um transplante de órgãos, por exemplo.

A maquiavélica "mandachuva"

No entanto, existem clones — especialmente os de crianças — que serviriam para satisfazer os desejos sádicos da família real britânica, principalmente do príncipe Charles, do duque de Edimburgo, Phillip, e da rainha Elizabeth, a “mandachuva” do negócio. Aparentemente, o trio perverso adora cortar criancinhas com espadas para ouvi-las gritar em agonia e conduzir todo tipo de depravação.

Como se fosse pouco, quando um clone é torturado, a “matriz” sente e sofre todo o processo e, conforme mais cópias são feitas de um sujeito, sua capacidade mental vai diminuindo gradualmente, assim como sua habilidade de resistir aos carrascos. O pior é que, segundo Donald, as pessoas do bem que sabem do projeto têm medo de revelar o que acontece nas estações de clonagem, já que muitas têm suas crianças mantidas como reféns — e sofrem terríveis ameaças.

Clones ilustres

Donald não só divulgou detalhes a respeito do projeto, como revelou quem são algumas das celebridades que já foram clonadas. Avril Lavigne? Positivo! Britney Spears? Pode crer! Justin Timberlake? É claro! Eminem? Também! Miley Cyrus? Com certeza! Oprah Winfrey? Pode apostar! Confira mais pormenores fascinantes — e completamente fora da casinha — a seguir:

Britney Spears e Justin Timberlake

Em 1998, um pouco antes do lançamento de “Baby One More Time”, quando Britney e Justin ainda formavam um casal, os dois teriam sofrido um gravíssimo acidente de carro no qual a jovem cantora foi decapitada. Justin também se feriu seriamente e estaria até hoje em coma e, por conta disso, quem está perambulando por aí são seus clones.

A "matriz" e uma de suas diversas cópias

No caso de Britney, diversos clones dela foram feitos, e existem entre cinco e sete unidades prontas para entrar em cena caso aconteça alguma eventualidade. Aliás, isso explicaria todos os altibaixos emocionais que a cantora sofreu ao longo dos anos. Por certo: quem escreveu diversas músicas dela foi Donald, entre elas o single “Break the Ice”, de 2009, no qual o clone da vez teria dado um jeito de incluir pistas a respeito das estações de clonagem.

Conforme você pode ver no clipe da música a seguir, a cantora — bem, um desenho animado dela — aparece destruindo um centro de clonagem, e Donald diz que o local mostrado na animação é exatamente igual ao “real”. Assista:

Miley Cyrus

Em 2010, a Disney teria decidido se livrar da jovem rebelde — e abandonado seu cadáver em um dos desertos da Califórnia. No entanto, Miley Cyrus não foi simplesmente clonada: os responsáveis pelo projeto teriam criado uma versão reptiliana da moça, o que significa que, além de ser super do mal, a nova Miley é capaz de mudar sua forma para parecer humana. E, sim, Donald também compõe suas músicas, mas, neste caso, ele é forçado a fazer isso.

E... morreu

Eminem

Há vários anos circularam rumores de que, após quase morrer de overdose, o rapper Eminem havia decidido ingressar em uma clínica de reabilitação para se livrar das drogas. Na verdade, o que aconteceu, segundo Donald, foi que, quando o cantor ganhou fama internacional no final dos anos 90, ele foi procurado pelos Illuminati.

Diferenças discretas

O grupo teria convidado Eminem a se unir ao projeto, mas o rapper achou melhor recusar a oferta — e, por conta disso, ele teria sido assassinado. Então, para “encobrir” o caso, inventaram a história da clínica de reabilitação. Acontece que nem todos os clones são perfeitos, e é possível identificar pequenas diferenças nas diferentes unidades que são postas em circulação.

Além disso, um dos clones de Eminem quase pôs tudo a perder durante uma entrevista ao vivo na TV. A cópia aparentemente sofreu uma pane temporária — conforme você pode ver no clipe a seguir —, mas, por sorte, a comunicação com a “nave mãe” foi restabelecida pouco tempo depois. Confira:

Oprah Winfrey e Madonna

Se você achou os casos acima insanos, espere para conferir o da apresentadora Oprah Winfrey e da cantora Madonna! Segundo Donald, Oprah não é uma mera afrodescendente norte-americana. Ela seria da época do Antigo Egito, mais precisamente de 5 mil anos atrás, e seria uma das torturadoras mais perversas e depravadas do centro de clonagem.

Torturadora perversa do Antigo Egito

Madonna também seria uma presença constante nas estações de clonagem e seria uma diabólica torturadora. Aliás, de acordo com Donald, foi ele e seus clones que escreveram quase todas as músicas dela — desde o início de sua carreira! Madonna estaria enlouquecida com o fato de Donald estar dando com a língua nos dentes. Prova disso seria a foto abaixo, clicada durante um ensaio para a revista Cosmopolitan.

Recado direto

Segundo Donald, apesar de a imagem explicar que o “M” representa “mãe” — ou “M for Mother” —, na verdade a letra que aparece na unha da cantora é um recado direto a Donald, cujo sobrenome é “Marshall”.

*Publicado originalmente em 02/05/2016.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.