A cultura oriental é realmente surpreendente. Por isso, o Mega Curioso vai te contar a história de cinco criaturas monstruosas que fazem parte do folclore japonês. Ao conhecermos os mitos sobre um dragão com oito cabeças ou um esqueleto gigante, por exemplo, é impossível não imaginar no quanto essas criaturas continuam assustando os habitantes de lá.

Conheça 5 monstros japoneses que te fariam morrer de medo. E depois comente no Fórum do Mega Curioso

1. Shuten Doji: o devorador de mulheres

Reza a lenda japonesa que um grande ogro chamado Shuten Doji, ou o “Garoto Bêbado”, atraía mulheres para seu castelo a fim de devorá-las. Preocupado com isso, o imperador japonês contratou o samurai Minaomoto “Raiko” Yorimitsu para enfrentar a criatura.

Com ajuda de cinco homens, Raiko se aproximou da moradia de Shuten Doji disfarçado de monge budista – uma boa tática para esconder as armas e armaduras. No trajeto, ele recebeu a ajuda de três deuses que lhe forneceram um capacete encantado e saquês poderosos, capazes de induzir o sono.

Porém, o tiro quase saiu pela culatra: ao invés de dormir, o ogro se transformou em um demônio vermelho. Ao menos o capacete mágico ajudou os guerreiros a decapitarem Shuten Doji. Ufa!

Shuten Doji era um ogro que devorava as mulheres

2. Ikuchi: a enguia coberta de petróleo

O Ikuchi pertence a uma classe de demônios chamada de ayakashi e que vive na fronteira entre o céu e o mar. Com o formato de uma enguia, Ikuchi é tão gigantesco que uma embarcação levaria até três dias para navegar por toda sua extensão.

Para piorar, esse monstro marinho é coberto de petróleo e lança esse produto nas embarcações que tentam ultrapassar os seus domínios. A única forma de sobreviver é conseguir limpar o petróleo a tempo. Caso contrário, o fundo do mar será a moradia eterna para os azarados marinheiros que se depararem com a criatura.

Ikuchi é uma enguia coberta de petróleo que afunda os barcos

3. Gashadokuro: o esqueleto gigantesco

O Gashadokuro, também conhecido como Odokuro, tem a forma de esqueleto com mais de 27 metros de altura! E como se não bastasse o seu tamanho impressionante, os ossos que formam sua estrutura são de pessoas que morreram de fome ou na guerra – então já dá pra imaginar o ânimo desse monstrengo, não é mesmo?

Esse ser fantasmagórico surge quando cem almas penadas unem forças após terem seus corpos físicos abandonados sem um enterro decente. O Gashadokuro passa, então, a perseguir os humanos a fim de devorar sua pele e seus órgãos, usando o esqueleto da vítima para se tornar ainda maior!

A única forma de vencer o Gashadokuro é deixá-lo completamente sem energia – isso fará sua estrutura esquelética entrar em colapso. Mas você pensa que é fácil? Não é! Assim, o melhor a se fazer é fugir quando ouvir um barulho de ossos (ou um zumbido no ouvido) se aproximando.

Gashadokuro é um esqueleto que se forma a partir de cem almas perdidas

4. Akkorokamui: o polvo vermelho

Nas lendas do Japão, o Akkorokamui é um polvo gigantesco, com mais de cem metros de comprimento, que mora na Baía de Funka. De aparência avermelhada, é impossível não notar quando o monstro está se aproximando de seu barco para afundá-lo. Além disso, ele solta um fluído bastante fedido. Eca!

Até hoje, não existe nenhum relato de como o Akkorokamui pode ser vencido. Tanto que muita gente acredita que ela ainda está por lá, esperando um barco desavisado para arrastá-lo para o fundo do mar. A história é parecida com a lenda do monstro do Lago Ness, com a diferença de que o bichano japonês não é nada tímido: ele quer sangue!

O Akkorokamui é um polvo gigantesco que ainda estaria vivo

5. Yamata no Orochi: o dragão de oito cabeças

Imaginem um dragão enorme, com oito cabeças e oito caudas: esse é o Yamata no Orochi, tradicional monstro do folclore japonês. Segundo a lenda, Susanoo, o deus do trovão, era um pouco encrenqueiro. Também pudera, o coitado foi criado a partir do muco gotejante do deus Izanagi.

Depois de muito aprontar, Susanoo foi expulso do céu e teve que se contentar em ficar na Terra como castigo. Aqui “embaixo”, ele ficou vagando entediado até encontrar um casal de idosos com sua última filha. Os três choravam, já que a jovem seguiria o destino de suas irmãs e se tornaria refeição do temível dragão Yamata no Orochi.

Susanoo prometeu ajudar essas pessoas, desde que pudesse se casar com a donzela após derrotar o dragão. Para isso, foi construído um muro ao redor da residência dos idosos com oitos portas que continham um barril de saquê em cada uma delas – os monstros japoneses amam essa bebida.

Yamata no Orochi caiu na armadilha: ele bebeu o álcool todinho, desmaiou embriagado e assim ficou fácil para Susanoo cortar a fera em pedacinhos. Depois disso, o deus da tempestade pode, enfim, se casar com a jovem moça.

Susanoo decapitando o temido Yamata no Orochi

***

De qual destes monstros você teria mais medo? Quer acrescentar algum nesta lista? Deixe seu comentário!