“Cápsula do tempo” é encontrada no traseiro de estátua de Jesus Cristo
691
Compartilhamentos

“Cápsula do tempo” é encontrada no traseiro de estátua de Jesus Cristo

Último Vídeo

Pense na surpresa que um time de restauradores teve ao descobrir uma cápsula do tempo escondida — em um local bem peculiar — em uma estátua de Jesus! De acordo com Rae Paoletta, do site Inverse, a obra foi talhada em madeira no século 18 e se encontrava exposta na Igreja de Santa Agueda, situada na cidade de Sotillo de la Ribera, em Burgos, na Espanha, mas estava precisando de um trato. Foi então que, examinando o Cristo, os especialistas encontraram o “supositório”.

Manuscrito

Segundo Rae, a tal cápsula do tempo teria sido introduzida no corpo da escultura pelo traseiro e consiste em duas páginas redigidas frente e verso à mão por um capelão chamado Joaquín Mínguez. O manuscrito — feito no capricho com uma caligrafia toda bonitinha — traz informações sobre a situação econômica, política, religiosa e social do município na época e foi encontrado quando os restauradores removeram o tecido que cobria as nádegas de Cristo.

Escultura de Jesus CristoSurpresa! (ABC España/EFE)

De acordo com o pessoal do portal de notícias ABC, no curioso documento, Mínguez identifica o escultor da obra (um cara chamado Manuel Bal), revela que esse homem foi responsável por criar outras tantas figuras presentes no altar da Igreja e inclusive conta quem foi a pessoa que pagou pelos serviços do artista — um tal Juan Antonio Serrano y Mañero, cônego de Santiago.

ManuscritoDetalhes do manuscrito (ABC España/EFE)

O capelão ainda cita o nome do Rei da época (Carlos III) e relata detalhes sobre a colheita de cevada, trigo, centeio, aveia e uvas, fazendo alusão especial à produção de vinho — bebida aparentemente muito apreciada pelos locais da época. Ele ainda menciona as doenças mais comuns (dores nas costas, malária e febre tifoide) e até quais eram as formas de entretenimento favoritas da população, como jogos de baralho e de bola.

Manuscrito espanholOlha o capricho! (ABC España/EFE)

Segundo o ABC, o manuscrito é datado do ano de 1777 e, embora seja bastante comum encontrar esculturas antigas ocas, não é usual encontrar coisas dentro delas. No caso da “cápsula do tempo”, a descoberta é surpreendente, uma vez que é evidente que o capelão produziu o manuscrito com a intenção de que ele fosse descoberto por gerações futuras. Sobre o fato curioso de ele ter escolhido justo o traseiro de Jesus para guardar a mensagem, suspeitamos que Mínguez não previu que a turma do futuro teria a mente tão maliciosa, né?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.