Quem imaginaria que a “vida” de uma janela poderia ser interessante?
02
Compartilhamentos

Quem imaginaria que a “vida” de uma janela poderia ser interessante?

Último Vídeo

Nós vemos janelas todos os dias. Muitas delas. No entanto, de tão comuns e abundantes, são poucos os que se dão ao trabalho de parar e realmente observar essas estruturas que, para os mais poéticos, são aberturas para novos mundos. Pois as imagens que você vai ver a seguir retratam a “vida” e a “morte” de uma janela — e o mais fascinante é que a seleção de fotos revela como sua existência pode ser interessante.

As imagens foram capturadas por Alper Yesitas, um advogado e fotógrafo que passou 24 anos de sua vida em Istambul, na Turquia. Segundo contou Alper em um post no site Bored Panda, a janela das fotos ficava bem diante de seu quarto, e todos os dias, ao longo de 12 anos, ele observou a estrutura. E pelo visto criou uma relação especial com ela, pois acompanhou suas mudanças de cor, de “roupa”, sua variação de humor nas diferentes estações do ano e inclusive os momentos que precederam sua “morte”. Confira:

Janela em Istambul(Alper Yesitas)

Janela em parede verde(Alper Yesitas)

Janela e flocos de neve(Alper Yesitas)

Janela e sombra(Alper Yesitas)

Janela e cortina esvoaçante(Alper Yesitas)

Janela e cortina(Alper Yesitas)

Janela poética(Alper Yesitas)

Janela na sombra(Alper Yesitas)

Cortina presa na janela(Alper Yesitas)

Janela com neve(Alper Yesitas)

Cortina enroscada(Alper Yesitas)

Cortina nova(Alper Yesitas)

Flocos de neve e janela(Alper Yesitas)

Casa em demolição(Alper Yesitas)

Interessante esse novo olhar sobre uma simples — e completamente desimportante — janela, você não concorda? Aliás, você já fez algo parecido, ou seja, acompanhar o "ciclo de vida" de uma estrutura qualquer? Conte para a gente nos comentários!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.