Próxima parada: Turquia – Conheça um pouco sobre a terra dos sultões
Seja o primeiro a compartilhar

Próxima parada: Turquia – Conheça um pouco sobre a terra dos sultões

Se você é do tipo que evita criar muitas expectativas sobre os locais que vai visitar por medo de se decepcionar, pode abandonar todas as suas preocupações com respeito à Turquia. O país é simplesmente incrível, repleto de lugares e ruínas espetaculares, boa comida e o povo é extremamente hospitaleiro e simpático.

Ao contrário do que você possa imaginar, especialmente tendo em vista as fronteiras conturbadas da Turquia, o país é bastante seguro, sem falar que as grandes cidades são muito mais modernas e europeias do que muita gente imagina. Tudo isso, associado à sua longa História, torna o país um destino turístico capaz de agradar a todos os gostos.

Dervixes durante cerimônia

Assim, além de ser a famosa terra dos troianos, sultões, dervixes — praticantes do islamismo sufista que rodopiam durante as cerimônias como ato de devoção —, da lua crescente e de paisagens surreais, convidamos você a conhecer mais coisinhas sobre esse cativante local.

Istambul

Bósforo, com a Torre Gálata ao fundo

A passagem por Istambul é obrigatória, e em um primeiro momento, a “aura” mourisca da antiga Constantinopla vai enganar você. Mas não pense que você vai se deparar com mulheres cobertas por véus e muçulmanos austeros. Istambul é uma metrópole gigante — com mais de 13 milhões de habitantes —, moderna, limpa e segura. Além disso, o transporte público é eficiente e não faltam restaurantes, baladas animadas e pontos turísticos deslumbrantes.

Mesquita Azul

Entre as principais atrações estão a belíssima Mesquita Azul e a Cisterna da Basílica — cuja iluminação interior é espetacular — que abastecia o Palácio Topkapi. O palácio, por sua vez, serviu de residência para diversos sultões otomanos entre os séculos 15 e 19. Lá dentro é possível ver alguns fios da barba de Maomé. Assim, depois de visitá-lo, você poderá dizer que viu “as barbas do profeta”, literalmente! O Topkaki também conta com um harém incrível que é o ponto alto da visita.

Cisterna da Basílica

Palácio de Dolmabahçe também é uma excelente pedida, com seus lustres absurdos e a famosa escadaria de cristal, e para apreciar uma vista panorâmica de Istambul, suba até o topo da torre Galata. Já para ver o lado moderno da cidade, vá até a praça Taksim, onde você se surpreenderá com a quantidade de pessoas que circulam por ali. Aliás, fique pela região caso você queira curtir um pouco da agitada vida noturna da cidade.

Exterior da Santa Sofia

Entretanto, a principal atração de Istambul é a deslumbrante Ayasofya ou Santa Sofia. O edifício original data de 360 d.C., e a estrutura atual foi construída entre os anos de 527 e 565 pelo Império Bizantino para servir de catedral de Constantinopla. Durante seus muitos séculos de história a Santa Sofia serviu de templo religioso para os ortodoxos, católicos e islâmicos, antes de finalmente ser convertida em museu.

Interior da Santa Sofia

O mais interessante é que boa parte das atrações turísticas fica concentrada em Sultanhamet. E, depois de bater pernas e visitar todos esses lugares, aproveite para dar uma passadinha por um dos muitos banhos turcos que existem na cidade para relaxar. Mas se você ainda tiver pique, visite o Grand Bazaar, um dos mais antigos e maiores mercados cobertos do mundo, e também o pitoresco bazar de especiarias.

Interior de uma das muitas mesquitas da cidade

Capadócia e outras atrações

A Capadócia fica bem no centro do país, na Anatólia Central, localizada a cerca de 700 quilômetros de Istambul. Além da famosa paisagem surreal que você pode ver na imagem acima, também existem inúmeras casas, igrejas — com incríveis frescos coloridos — e vilas inteiras escavadas na tufa, um tipo de rocha muito porosa. Por lá também existem diversas cidades subterrâneas, como é o caso de Derinkuyu, que já abrigou cerca de 10 mil pessoas sob o solo.

Göbeklli Tepe

Göbeklli Tepe também merece uma visita. Trata-se do topo de uma colina no qual existe um santuário datado do 10º milênio a.C. O sítio ainda está sendo escavado por arqueólogos, e acredita-se que sua descoberta pode mudar nosso entendimento sobre o início da civilização humana. Outro local incrível é o Mosteiro de Sümela, um mosteiro ortodoxo grego fundado no século 4 que se encontra incrustado e um penhasco a cerca de 1,2 mil metros de altura.

Mosteiro de Sümela

Outro local interessante é a cidade greco-romana de Éfeso que durante um bom tempo foi a segunda maior cidade romana na antiguidade, ficando apenas depois de Roma. Éfeso também era famosa graças ao Templo de Ártemis — uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo —, destruído no século 5 durante uma rebelião. A cidade também foi mencionada no Apocalipse e conta com um cemitério de gladiadores, portanto, não faltam coisas para explorar.

Ruínas de Éfeso

Infelizmente, é impossível listar aqui todos os lugares que merecem ser visitados na Turquia, assim que vamos finalizar com o Palácio de Ishak Pasha. Localizado em Dogubeyazit, ao leste do país, próximo à fronteira com o Irã, o palácio foi construído no século 17 e é um belíssimo exemplo da mistura das arquiteturas otomana, persa, mesopotâmica e anatoliana. Confira a seguir um vídeo com muitos outros atrativos que você pode encontrar na Turquia:

Café e comidinhas

Foram os turcos quem introduziram o café na Europa quando, por volta do ano de 1500, o Império Otomano apresentou os grãos aos italianos. É claro que eles adoraram e foi apenas uma questão de tempo para que a iguaria se espalhasse por outros países. Mas o café não é a única bebida largamente apreciada na Turquia. O chá é extremamente popular, assim como o ayran — bebida gelada prepara com iogurte, sal e água — e o raki, que é alcóolico.

Variedades de doces turcos

Pois, é... embora a Turquia seja um país muçulmano, muitos turcos tomam bebidas alcóolicas, e o raki — que tem um teor alcóolico que varia entre 40 e 45% — é a bebida nacional. Já a cozinha é considerada uma das três principais culinárias do mundo, graças à vasta quantidade de receitas desenvolvidas ao longo de séculos de História e à influência dos vários povos que fizeram parte dela.

Baseada no uso de ingredientes naturais e especiarias, assim como muito azeite, peixes, carneiro e vegetais, algumas das especialidades mais conhecidas entre os turistas são o kebab — basicamente feito com fatias de carneiro, vegetais e pão pita — e o dolma (berinjela ou pimentão recheado com arroz e cebola). Já entre os doces, além do famoso lokum, ou delícia turca, outra preciosidade para os “formiguinhas” é o baklava, feito com massa folhada, mel e frutos secos como amêndoas, pistache e nozes.

Mais curiosidades

Palácio Ishak Pasha
  • Geograficamente, a Turquia se encontra em dois continentes — Ásia e Europa —, embora 97% de seu território se encontre no lado asiático;
  • Devido à sua localização — sobre diversas placas tectônicas —, a Turquia é vulnerável à ocorrência de terremotos, especialmente na região norte do país;
  • A Turquia faz fronteira com outras oito nações: Síria, Grécia, Iraque, Irã, Georgia, Azerbaijão, Bulgária e Armênia;
Cidade subterrânea de Derinkuyu
  • Constantinopla — a atual Istambul — chegou a ser a capital do Império Romano quando Roma começou a cair;
  • As famosas guerras de Troia ocorreram na Turquia;
  • Vários personagens ilustres nasceram no país, como o Rei Midas, o filósofo Homero, o apóstolo São Paulo e Heródoto;
Museu de Göreme, na Capadócia
  • As sete igrejas do apocalipse — Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Sárdis, Laodiceia, Tiatira e Filadelfia — se encontram na região da Anatólia;
  • Acredita-se que a  Arca de Noé supostamente teria sido encontrada por arqueólogos no Monte Ararat — ponto mais alto do país a mais de 5 mil metros de altitude —, que por sinal é o local descrito na bíblia;
  • Duas das Sete Maravilhas do Mundo Antigo — Éfeso e Halicarnasso — se encontram no país;
  • A Turquia moderna só foi proclamada como nação em 1923, com a queda do Império Otomano;
  • Embora Istambul seja a maior cidade do país — e a terceira área urbana mais populosa da Europa —, sua capital é Ancara;
  • O esporte mais popular do país é o futebol e, na Copa do Mundo de 2002, a seleção turca terminou a competição como terceira colocada do mundial;
Monte Nemrut
  • Existem mais de 10 locais listados como  Patrimônio da Humanidade na Turquia, o que a torna um importante destino turístico;
  • Apesar de o idioma soar bem “árabe”, o alfabeto não é arábico, mas baseado no latim, com a exceção de algumas letras — Ç, G, I, I, Ö, S e Ü — que passaram por modificações;
  • As famosas tulipas que são cultivadas na Holanda são originárias da Turquia;
Oludeniz
  • Istambul é a única cidade do mundo que se encontra construída em dois continentes;
  • Na Turquia existem centenas de praias banhadas pelo Mediterrâneo e pelo Mar Egeu que receberam a “Bandeira Azul”, ou seja, uma espécie de prêmio concedido na Europa para as praias mais limpas;
  • O famoso Expresso do Oriente — serviço de trem que ficou ativo de 1883 a 1977 — partia de Paris e tinha sua parada final em Istambul.
Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER