6 graus de separação: de Napoleão a Faustão
02
Compartilhamentos

6 graus de separação: de Napoleão a Faustão

Último Vídeo

Você já ouviu falar na teoria dos 6 graus de separação? Ela mostra como o mundo realmente é pequeno, no qual qualquer pessoa pode ser ligada a outra de qualquer lugar do planeta com apenas 6 passos! É o tal “o amigo do meu amigo do meu amigo”, que faz com que você possa estar a pouquíssimas etapas de conhecer o Papa ou a Rainha Elizabeth.

A teoria surgiu em 1929, com o jornalista húngaro Frigyes Karinthy, mas ganhou popularidade nos anos 70 com o psicólogo norte-americano Stanley Milgram, que, para a população dos EUA na época, sugeriu haver no máximo 3 passos entre uma pessoa e outra! Hoje em dia, existem até algoritmos que tentam calcular o menor caminho entre uma pessoa e outra.

seis graus de separação

No canal do Mega Curioso no YouTube, já mostramos como essa teoria funciona conectando Walt Disney a Anitta, Felipe Castanhari a Osama bin Laden, Pablo Escobar a Pablo Vittar (fomos longe demais?), Adolf Hitler a Felipe Neto e por aí vai. Esses vídeos fizeram o maior sucesso por lá e estavam sumidos do canal, mas os seus amados Tips resolveram encenar mais uma ligação!

Desta vez, conectamos Napoleão Bonaparte a Faustão! É isso mesmo: é possível ligar mesmo pessoas que já morreram, tanto que o vídeo desta semana tem um intervalo de 165 anos de diferença entre a primeira e a última conexão. Ficou megacurioso? Aperte o play e veja o caminho que nós percorremos através da História!

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.