Mais 5 casais que detestaram se beijar em cena

Mais 5 casais que detestaram se beijar em cena

Último Vídeo

Os casais amorosos que vemos nos cinema nem sempre se dão bem na vida real. Confira alguns atores que declararam ter odiado beijar seus parceiros de cena. Os motivos são os mais variados possíveis, mas as justificativas da Vivien Leigh e da Kim Basinger são inconstestáveis: beijar alguém com mau hálito não dá, né?

1. Marilyn Monroe e Tony Curtis – “Quanto Mais Quente Melhor”

Beijar um dos maiores ícones da história do cinema deve ter sido incrível, não é mesmo? Bem, não para Tony Curtis: o ator chegou a dizer que beijar Marilyn era como beijar Hitler! Anos mais tarde, explicou que isso tinha sido uma piada, mas que durante as gravações do clássico da comédia a atriz não conseguia se concentrar em nada, tornando todo o trabalho muito exaustivo – e olha que ambos já tinham tido um caso no começo dos anos 50!

beijo

2. Vivien Leigh e Clark Gable – “...E o Vento Levou”

O pessoal do American Film Institute (AFI) colocou este clássico de 1939 como o segundo melhor filme romântico de todos os tempos. Porém, nos bastidores a coisa era um pouco mais tensa: Clark Gable vivia se atrasando, deixando a perfeccionista Vivien Leigh irritadíssima! A atriz vivia reclamando da falta de pontualidade de Gable, que se vingou dela comendo uma salada de cebolas antes de gravar a cena do famoso beijo.

beijo

3. Sophia Loren e Marlon Brando – “A Condessa de Hong Kong”

Quando a atriz italiana aportou em Hollywood, muitos corações apaixonados apareceram – inclusive Clark Gable, casado com sua terceira esposa e 30 anos mais velho do que Sophia, teria investido sobre a novata. Ela também precisou dar uns cortes em Marlon Brando, que durante as gravações de “A Condessa de Hong Kong” teria abusado de sua posição para tentar bolinar a atriz na hora do beijo.

beijo

4. Meryl Streep e Dustin Hoffman – “Kramer vs. Kramer”

Meryl e Dustin se dedicaram tanto ao filme no qual interpretam um casal em crise que ambos acabaram levando o Oscar: ele como ator principal e ela como atriz coadjuvante. Porém, tamanha dedicação teve seu preço, já que eles vestiram tanto seus personagens que passaram a ter uma relação odiosa e conflituosa mesmo com as câmeras desligadas. Assim, na hora de gravar alguma cena de beijo, a situação era quase insustentável!

beijo

5. Kim Basinger e Mickey Rourke – “9 e ½ semanas de Amor”

O clássico dos anos 80 que catapultou Kim e Mickey ao status de casal sex symbol também teve problemas: além de eles não se darem bem pessoalmente, Kim reclamou que beijar o parceiro em cena era péssimo por conta do gosto de cigarro em sua boca. Já Mickey reclamou de ter que beijar uma atriz que “não era atraente”. É mole?

beijo

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.