Drops Históricos #49: Sua dose semanal de História aqui no Mega
Seja o primeiro a compartilhar

Drops Históricos #49: Sua dose semanal de História aqui no Mega

Último Vídeo

Quem foi que criou o Dia Internacional da Mulher? E como foi que os espanhóis conseguiram derrubar o império asteca? E, afinal das contas, que história é essa de Ivan Ivanovich? Tem muita coisa acontecendo no mundo enquanto você ensaia as coreografias dos hits de carnaval desse ano.

Março é, afinal de contas, um mês de conquistas. Algumas mais cruéis, como é o caso da imposição da cultura espanhola sobre os povos astecas; outras, surpreendentes – foi em março que os russos confirmaram que tinham capacidade de ir e voltar do espaço com vida e em segurança.

Mas, talvez seja para as mulheres do mundo que esse mês mais simbolize conquista. É para março que convergem alguns dos mais importantes discursos e protestos da luta feminista que, depois, se converteram em grandes vitórias e transformações que nos trouxeram a onde estamos hoje. Quer saber mais? Segue rolando pelos nossos Drops Históricos #49.

04 de março

1519: Hernán Cortés chega no México

19 anos depois da data em que nós brasileiros lembramos a chegada dos portugueses às nossas terras, foi a vez dos povos que habitavam a região onde hoje está o México receberem seus primeiros exploradores. E um dos primeiros a chegar por lá foi um cara chamado Hernán Cortez, que foi em busca da civilização Asteca e de suas riquezas. Ele já havia pisado no México 15 anos antes, mas desta vez foi com a clara intenção de acabar com qualquer autonomia indígena e impor sua cultura.
Hernández foi o responsável direto pela derrocada dos Astecas e seu papel foi fundamental para derrubar o comandante do povo américa, Montezuma.

Gravura de Hernán Cortés feita por W. Holl e publicado por Charles Knight. Foto: Domínio Público

05 de março

1933: Partido Nazista alemão é eleito

Nem toda ditadura se estabelece de uma hora para a outra, com a tomada do poder por um grupo armado. Na Alemanha, por mais inacreditável que pareça ser, o Partido Nazista de Adolf Hitler deu seu mais importante passo rumo ao poder pleno no país por meio do voto popular. Neste dia histórico, em 1933, o Partido recebeu 43,9% dos votos nas eleições do Reichstag. O povo não sabia, claro, que por trás dessa escolha estaria um homem que sabia exatamente o que fazer para ter controle total da nação.

Anos mais tarde, essa eleição permitiu que os nazistas aprovassem a Lei de Concessão de Plenos Poderes e estabelecessem uma ditadura.

Foto: Reprodução German War Magazine

06 de março

1951: Julgamento do caso Julius e Ethel Rosenberg

Durante a Guerra Fria, um dos grandes temores do governo norte-americano era que as informações sobre a bomba atômica e as tecnologias envolvendo a mesma caíssem nas mãos erradas - mais especificamente, nas mãos dos russos. Qual não foi a surpres - e a ira! - dos mesmos então quando descobriram que um casal estava passando dados ultrassecretos para a União Soviética? Julius e Ethel Rosenberg presos, julgados e condenados muito rapidamente. Neste dia, em 1951, começava seu julgamento. Dois anos depois, ambos foram mortos na cadeira elétrica. Até hoje, a morte do casal - que deixou dois filhos, Michal e Robert, é considerada um dos episódios mais controversos da história do país, com inúmeros pesquisadores e historiadores argumentando que a condenação dos espiões foi apenas uma forma de acalmar um pouco a histeria anticomunista que dominava o país na época.

Roger Higgins, fotógrafo do New York World-Telegram and the Sun - Domínio Público

07 de março

321: Domingo é dia do Deus Sol Invicto

Aquele apreciado descanso de domingo que você tanto curte pode ser muito bem herança da atitude de um imperador romano, o Constantino. O fato de que este dia da semana é dedicado ao repouso, e não ao trabalho, é uma consequência de uma série de fatos ocorridos ao longo da história.

Um destes fatos é que, em 07 de março de 321 – isso mesmo, quase dois milênios atrás – Constantino decretou que o domingo era o dia do Deus Sol Invicto, o dia oficial de descanso no Império. Mais do que apenas o Sol, naquela época o astro era o principal deus dos romanos, considerado ainda o patrono dos soldados.

08 de março

Dia Internacional da Mulher

Motivos para que as mulheres se unam e tentem reivindicar direitos e melhores condições de vida não faltam no mundo. Instituído mundialmente como o Dia Internacional da Mulher, esta data reúne uma série de acontecimentos importantes para a luta feminina nos dois últimos séculos que não se sabe ao certo onde começou.

Embora vários protestos tenham acontecido no mundo nesse dia, historiadores acreditam que o verdadeiro arquiteto por trás da instituição do Dia da Mulher era... uma mulher! Clara Zetkin, professora, jornalista e política alemã foi quem pleiteou a instituição desse dia em 1910.

Fato é que o dia 08 de março foi e continua sendo importante. Foi neste dia, por exemplo, que, em 1884, a sufragista Susan B. Anthony solicitou oficialmente, perante os membros do Comitê de Justiça da Câmara dos Representantes, nos Estados Unidos, que fosse feita uma emenda à Constituição dos Estados Unidos que garantisse às mulheres o direito ao voto. Ela não conseguiu de imediato e, 26 anos depois, foi também no dia 08 de março, em 1911, que as mulheres foram às ruas pedir que o voto feminino fosse instituído no país.

Do outro lado do mundo, em 1917, em São Petersburgo, mulheres vão às ruas pedir mais direitos, o que deu início à chamada Revolução de Fevereiro. Até hoje, o dia é escolhido para que as mulheres ganhem as ruas pedindo igualdade de direitos.

09 de março

1961: Lançamento da Sputnik 9

Carregando um manequim que ficou conhecido como Ivan Ivanovich, nesse dia a Sputnik 9 foi lançada com sucesso ao espaço. O envio demonstrava que a União Soviética estava pronta para começar o voo espacial tripulado, o que deu ainda mais força à corrida espacial entre o país oriental e os Estados Unidos.

Na ocasião, Ivan Ivanovich era acompanhado por um cãozinho, Chernushka, alguns camundongos e um porquinho-da-índia, que estavam sendo monitorados por câmeras e acompanhados o tempo todo pelos cientistas russos. A missão foi toda bem-sucedida e todos os tripulantes - os vivos e os simbólicos - voltaram à Terra em segurança

10 de março

1969: James Earl Ray confessa assassinato de Martin Luther King Jr.

O icônico militante antirracista Martin Luther King Jr. transformou a trajetória da população afrodescendente norte-americana, transformando-se em um mártir da causa quando, em 04 de abril de 1968, foi assassinado em um hotel em Memphis. Um ano depois, James Earl Ray, um conhecido segregacionista, confessou ter cometido o crime e atirado em King.

Mais tarde, ele tenta sem sucesso retirar sua confissão, mas é condenado mesmo assim.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.