Nova teoria sobre o mistério das estátuas Moai

Nova teoria sobre o mistério das estátuas Moai

Último Vídeo

Os monólitos de Rapa Nui, na Ilha da Páscoa, são de fato um dos maiores mistérios da humanidade. Mas será que depois de tanto tempo finalmente teremos uma resposta? Recentemente, novas pesquisas sugerem que essas estátuas peculiares foram construídas para incentivar a fertilização do solo em tempos difíceis.

(Fonte: Easter Island Statue Project/Reprodução)

Pesquisadores da Universidade da Califórnia realizaram o estudo feito em um local de escavação em Rano Raraku (no lado leste da Ilha da Polinésia), com a ajuda do Instituto Cotsen de Arqueologia e Projeto da Estátua da Ilha da Páscoa (EISP).

Nessa região estão cerca de 95% das estátuas Moai, mas das 21 que foram descobertas, apenas duas foram escolhidas para a pesquisa. Isso porque sua localização significava que foram cuidadosamente posicionadas por seus criadores para permanecerem na pedreira. Após a análise, as gravuras existentes nas costas das duas estátuas reforçaram ainda mais a teoria.

(Fonte: Easter Island Statue Project/Reprodução)

Uma análise química do solo também mostrou evidências de restos de banana, batata-doce, entre outros vegetais, o que levou aos cientistas acreditarem que a pedreira pode ter sido um local ideal para o cultivo agrícola.

As terras da pedreira eram as mais ricas da ilha e abrigavam um lago que era alimentado pela água da chuva, o que tornava o lugar perfeito para cultivo de alimentos em épocas nas quais outras regiões estavam com falta de nutrientes.

Com esse estudo, a percepção de que as estátuas estavam de pé apenas para transporte muda completamente. A ideologia dos Moai girava em torno da fertilidade e, na crença do antigo povo Rapanui, a presença dos monólitos estimulavam a produção de alimentos agrícolas.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.