Cemitério com 70 túmulos esquecidos é encontrado em estacionamento

Cemitério com 70 túmulos esquecidos é encontrado em estacionamento

Último Vídeo

Uma equipe de arqueólogos identificou 70 possíveis túmulos esquecidos na área de um estacionamento da cidade de Clearwater Heights, nos Estados Unidos. Segundo os pesquisadores, essa é a quarta vez que um cemitério antigo foi desenterrado no estado da Florida durante o último ano.

Antigamente, o local pertencia à Igreja Batista missionária de St. Matthew, onde membros da comunidade negra eram enterrados. Após a instituição não conseguir mais arcar com o custo do estabelecimento, grande parte dos túmulos acabou sendo movida para outro cemitério nas proximidades de Dunedin.

A busca pelos túmulos esquecidos

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Segundo os relatos apresentados pelo jornal Tampa Bay Times, os arqueólogos utilizaram georradares para examinar o solo da região, onde a comunidade negra de Clearwater Heights havia sido construída no começo dos anos de 1900. 

Em 1955, a igreja de St. Matthew vendeu a propriedade por cerca de U$ 15 mil, já que tinha acumulado prejuízo financeiro e o cemitério apresentava lotação máxima. Com diversos túmulos desmarcados, muitos corpos se perderam durante a transição para o Cemitério de Afro-Americanos de Dunedin.

Com mais de 2 hectares de terra e coberto por um estacionamento, a equipe de pesquisadores só conseguiu examinar um quinto da propriedade até agora. A previsão dos arqueólogos é de que mais de 70 túmulos possam ter permanecido na região após a mudança.

Cemitérios perdidos nos EUA

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

A descoberta feita em Cleawater Heights faz parte de uma série de buscas por cemitérios afro-americanos perdidos nas terras norte-americanas. Em 2019, 145 túmulos foram achados no campus de um dos colégios de Tampa Bay.

Diversos cemitérios foram construídos para negros durante o século XX e tiveram problemas com a falta de marcação nos túmulos. No condado de Pinellas, mais de 44 corpos desmarcados foram encontrados separadamente no terreno de uma das escolas locais. 

Um dos casos mais famosos de túmulos desmarcados ocorreu em 1921, quando mais de 300 negros foram assassinados durante o massacre da Corrida de Tulsa, quando supremacistas brancos atearam fogo em casas da comunidade afrodescendente local.

O processo de buscas por cemitérios afro-americanos se torna ainda mais importante agora que uma série de protestos pelo fim do racismo e da violência policial contra vidas negras ecoa pelos Estados Unidos. 


Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.