Festival japonês incendeia uma montanha inteira todo ano

Festival japonês incendeia uma montanha inteira todo ano

Último Vídeo

Existem muitas festas brasileiras que talvez pareçam curiosas para os japoneses — e o Wakakusa Yamayaki é um exemplo de celebração deles que, provavelmente, muitos de nossos leitores vão achar estranho. Afinal, nessa cerimônia, os japoneses da cidade de Nara ateiam fogo em uma montanha. Uma área enorme é consumida completamente pelas chamas, em comemorações com direito até a fogos de artifício. Veja fotos:

Fonte: Coisas do Japão/ReproduçãoFonte: Coisas do Japão/Reprodução

Fonte: Coisas do Japão/ReproduçãoFonte: Coisas do Japão/Reprodução

Fonte: Coisas do Japão/ReproduçãoFonte: Coisas do Japão/Reprodução

Fonte: Coisas do Japão/ReproduçãoFonte: Coisas do Japão/Reprodução

Fonte: Coisas do Japão/ReproduçãoFonte: Coisas do Japão/Reprodução

Como assim incendiar uma montanha?

Yamayaki quer dizer montanha em chamas, em tradução livre, e Wakakusa é o nome da montanha que é destruída pelo fogo, no quarto sábado do mês de janeiro, todos os anos. O monte Wakakusa tem 342 metros de altura e fica próximo à cidade de Nara, no centro-sul do Japão, conhecida por seus grandes templos. 

Ninguém sabe, exatamente, como começou essa tradição de queimar o monte Wakakusa, mas há algumas teorias. Uma delas diz que isso começou como uma disputa entre dois importantes templos budistas da cidade de Nara, em algum ponto do século XVIII. Outra diz que os incêndios começaram, na verdade, como uma forma de eliminar pestes e espantar javalis selvagens. 

Independente disso, o Wakakusa Yamayaki acontece há muito tempo e se tornou uma festa tradicional. O espetáculo, com as enormes chamas e os fogos de artifícios, pode ser visto a quilômetros de distância e atrai muitos turistas para Nara. 

Como funciona o festival?

A festa começa no meio-dia, com várias atrações — incluindo uma disputa de arremesso de senbei (biscoitos japoneses de arroz). No fim da tarde, os monges dos templos mais importantes de Nara fazem uma procissão e se encontram na base do Wakakusa e acendem uma enorme fogueira. É quando tem início o show de fogos de artifício. 

Depois dos fogos, os monges acendem suas tochas na fogueira e sobem o monte. Lá em cima, eles ateiam fogo na grama seca, produzindo o espetáculo que milhares de pessoas vêm assistir. A duração do espetáculo pode variar, dependendo das condições da grama: se ela estiver muito seca, o fogo cobre tudo rapidamente. 

Para evitar que o fogo fuja do controle (e queime a cidade toda, já pensou?) sempre há bombeiros de prontidão para ajudar. Além disso, há uma barreira entre o espaço para espectadores e o fogo, na base do monte. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.