Fotógrafo cria paisagens incríveis apenas usando corpo humano

Fotógrafo cria paisagens incríveis apenas usando corpo humano

Último Vídeo

A arte de ressignificar uma imagem e transformá-la em um objeto diferente, ou como Carl Warner gosta de definir seu trabalho "ilustrações fotográficas", é um feito muito incrível. O fotógrafo americano vem chamando atenção pela sua série Bodyscapes, na qual ele compõe paisagens impressionantes apenas usando o corpo humano.

Warner utiliza de um jogo de iluminação em suas obras para brincar com a percepção do espectador. Enquanto a maioria de seus trabalhos parecem usar diversos modelos, ele garante que todas são resultados da junção dos ângulos diferentes de uma mesma pessoa.

Dá uma olhada no resultado incrível obtido por esse artista plástico!

Os efeitos da composição fotográfica

(Fonte: Carl Warner)
(Fonte: Carl Warner)

O primeiro passo para um bom trabalho, segundo o artista, é o planejamento. Ele sempre realiza um rascunho de como pretende fazer seus cliques antes de chegar ao estúdio. Isso não tira o espaço para a improvisação, que também surge como elemento criativo durante as sessões fotográficas.

Carl tenta recriar a iluminação natural das paisagens apenas com o uso do equipamento de flash da câmera. A ferramenta auxilia a destacar os contornos do corpo humano e elevar o contraste, que dá um toque especial para cada criação.

E é usando essa técnica de realismo que ombros e joelhos transformam-se em montanhas, pescoços e costas viram vales e desertos e o espectador é pego encarando uma bela ilusão ótica. 

Explicando a obra

(Fonte: Carl Warner)
(Fonte: Carl Warner)

Carl deixou claro que é preciso um certo grau de desinibição para participar do projeto. "As sessões têm sido um assunto um tanto quanto íntimo, dado a natureza de posar nu", comentou. "Então, na maior parte do tempo sou apenas eu e meu assistente. Não existe muita preparação além de garantir que não há qualquer marca da roupa no corpo e de que a pele esteja bem hidratada."

(Fonte: Carl Warner)
(Fonte: Carl Warner)

Para ele, não existe nada de erótico em seu trabalho. Na realidade, as fotografias servem como uma representação orgânica da natureza da vida, onde o corpo humano aparece como uma representação geológica do universo que nos rodeia.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.