25
Compartilhamentos

Os 5 orixás mais populares do Brasil

Divindades oriundas das religiões africanas, atualmente 12 orixás são cultuados no Brasil. Segundo as tradições, os deuses do terreiro foram originados por alguns clãs africanos e são divinizados há mais de 5 mil anos. Donos de características humanas, reza a lenda que eles foram inspirados em homens e mulheres capazes de intervir na natureza através da caça, plantio, uso de ervas medicinais e fabricação de ferramentas.

Figuras importantes dentro da umbanda e também do candomblé, cada orixá é dono de uma característica distinta que o torna único. Pensando nisso, nós criamos uma lista com os cinco orixás mais populares do Brasil para você conhecer mais sobre suas histórias.

1. Exu

(Fonte: UFG/Reprodução)(Fonte: UFG/Reprodução)

Exu é o nome dado para o orixá mensageiro entre os homens e os deuses. É também o guardião dos templos, encruzilhadas, casas e cidades. Somente através dele que outros orixás podem ser invocados. Por ter personalidade atrevida e agressiva, costuma-se dizer que faz guerra para poder trazer a paz.

No sincretismo — equivalência entre orixás e santos da Igreja Católica — pode ser comparado com Santo Antônio ou São Bartolomeu.

2. Iemanjá

(Fonte: Fernanda Lemos/O Globo)(Fonte: Fernanda Lemos/O Globo)

Extremamente conhecida pelas oferendas que recebe durante as festas de ano novo, Iemanjá e considerada a deusa dos mares e oceanos. É chamada de mãe de todos os orixás e simboliza a maternidade e a geração da vida em todos os sentidos. 

É relacionada com Nossa Senhora da Glória ou Nossa Senhora dos Navegantes.

3. Iansã

(Fonte: Reprodução da Internet)(Fonte: Reprodução da Internet)

Iansã é a deusa dos ventos e das tempestades, senhora dos raios e dona das almas dos mortos. Também chamada de Oyá, a orixá é responsável pelo tempo cronológico e por ordenar o caos religioso. Tem temperamento impulsivo e imprevisível. 

No catolicismo, sua equivalência é a Santa Bárbara.

4. Ogum

(Fonte: Santuário Nacional da Umbanda)(Fonte: Santuário Nacional da Umbanda)

Conhecido como deus guerreiro no Brasil, Ogum é o orixá do fogo e da tecnologia. Ficou conhecido por saber trabalhar com o metal e fornecer proteção para seus seguidores abram caminhos na vida e conquistem objetivos. 

O sincretismo de Ogum varia dependendo da região do Brasil. De todo modo, os mais comuns são São Sebastião e São Jorge.

5. Xangô

(Fonte: Reprodução da Internet)(Fonte: Reprodução da Internet)

Deus do fogo e do trovão, Xangô é um orixá violento e justiceiro, que castiga mentirosos e protege advogados e juízes. Símbolo de virilidade, a lenda diz que um dia ele foi rei de Oyó, uma cidade na Nigéria

Na Igreja Católica, estaria ligado a São Jerônimo, São Pedro, São João Baptista e mais alguns nomes.


Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.