Touro de Bronze: a bizarra máquina de tortura usada na Itália

De acordo com o historiador Diodurus Siculus, o tirano Fálaris, que comandou a região de Agrigento, na Sicília (Itália), durante o século VI a.C, teria mandado construir um dispositivo de tortura e execução chamado "Touro de Bronze", inventado pelo seu artesão Perilo de Atenas.

O touro era um equipamento oco feito todo em bronze com uma porta em um dos lados. Segundo a lenda, ele possuía um aparato acústico de sopro que convertia os urros de desespero e morte dos criminosos no som mórbido de um touro bufando. Quando dentro dele, os condenados eram trancados e colocados sobre uma fogueira para que o metal aquecesse, fritando a pessoa dentro até a morte.

No entanto, ao longo dos anos, muitos historiadores modernos questionaram a existência do método de tortura, tal como aconteceu com o escafismo.

Máquina mortífera

(Fonte: Alchetron/Reprodução)(Fonte: Alchetron/Reprodução)

O filósofo Cícero, em sua série de discursos In Verrem, afirma que o Touro de Bronze existiu e que era uma prova da perversidade de um governante cruel.

“Para considerar se era mais vantajoso para os sicilianos: estarem sujeitos aos seus próprios príncipes; ou estar sob o domínio do povo romano quando eles tinham a mesma coisa como um monumento da crueldade de seus senhores domésticos, e de nossa liberdade”, dissertou Cícero, se questionando se seu povo teria se saído melhor sob domínio estrangeiro.

A existência do Touro é questionável devido ao fato que Cícero era um operador político e poderia ter usado seu discurso como propaganda para pintar Fálaris como um vilão, uma vez que o repudiava. De acordo com o filósofo, a malignidade do tirano foi tanta que ele fechou Perilo dentro de sua própria criação durante um ato demonstrativo, queimando-o vivo por pura diversão.

(Fonte: Medium/Reprodução)(Fonte: Medium/Reprodução)

Em uma espécie de reviravolta do destino, Fálaris teria sido morto no Touro de Bronze quando foi derrubado por Telêmaco. Séculos mais tarde, o dispositivo teria sido usado pelos romanos para matar cristãos, principalmente Santo Eustáquio, que segundo a tradição cristã foi assado em um Touro de Bronze com sua esposa e filhos pelo imperador Adriano.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.