Seja o primeiro a compartilhar

As 6 guerras mais curtas da história

Guerras são eventos trágicos que marcam a história da humanidade. Algumas delas, no entanto, foram tão curtas que parecem quase irreais. A seguir, conheça as seis guerras mais curtas da história.

6. A Guerra Turco-Cipriota

A ilha de Chipre foi divida em duas após o conflito. (Fonte: Getty Images)A ilha de Chipre foi divida em duas após o conflito. (Fonte: Getty Images)

A Guerra Turco-Cipriota ocorreu em 1974 na ilha de Chipre, após um golpe fracassado de nacionalistas gregos para unificar a ilha com a Grécia. A Turquia invadiu a ilha, estabelecendo um estado turco no norte que é reconhecido apenas pela Turquia. O conflito durou pouco mais de um mês, resultando em uma divisão permanente da ilha entre a população turca no norte e a população grega no sul.

5. A guerra Russo-Georgiana

O conflito se iniciou após a Rússia abater um drone. (Fonte: Getty Images)O conflito se iniciou após a Rússia abater um drone. (Fonte: Getty Images)

Anos antes da crise ucraniana, a Rússia já havia se envolvido em uma ofensiva contra a Geórgia, especificamente visando as províncias de Ossétia do Sul e Abcázia, que haviam expressado seu desejo de independência. Em 2008, as tensões cresceram e as tropas russas atacaram a Geórgia tanto por terra quanto pelo ar. Apesar de um acordo de cessar-fogo ter sido alcançado em uma semana, o conflito resultou em quase 400 mortes e centenas de feridos.

4. A Guerra dos Seis Dias

Conflito envolveu diversos países do Oriente Médio. (Fonte: Getty Images)Conflito envolveu diversos países do Oriente Médio. (Fonte: Getty Images)

A Guerra dos Seis Dias foi um conflito que ocorreu em junho de 1967 entre Israel e três países árabes: Egito, Síria e Jordânia. Apesar de ser uma das guerras mais curtas da história, ela foi uma das mais significativas, já que a rápida vitória de Israel teve um grande impacto na região e mudou o equilíbrio de poder no Oriente Médio. Uma das consequências do conflito foi a ocupação israelense de territórios palestinos, que continua até hoje.

3. Guerra do Futebol

Partidas de futebol foram o estopim para a guerra. (Fonte: Getty Images)Partidas de futebol foram o estopim para a guerra. (Fonte: Getty Images)

A Guerra do Futebol foi um conflito armado entre El Salvador e Honduras, ocorrido ente os dias 14 a 18 de julho de 1969. Embora tenha sido provocado por uma série de disputas políticas e territoriais entre os dois países, a causa imediata foram os 3 jogos de futebol válidos pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 1970. Em 14 de julho, Honduras declarou guerra a El Salvador, que durou apenas seis dias, mas deixou um saldo de mais de 2 mil mortos.

2. A Invasão de Anjouan

A guerra foi tão rápida que não houve nenhuma morte. (Fonte: Getty Images)A guerra foi tão rápida que não houve nenhuma morte. (Fonte: Getty Images)

Em 25 de março de 2008, tropas da União Africana invadiram a ilha de Anjouan para depor o presidente autodeclarado Mohamed Bacar. Bacar havia se recusado a deixar o cargo depois que as eleições locais foram consideradas fraudulentas. A invasão durou apenas um dia, e Bacar fugiu para a vizinha Ilha de Mohéli antes de ser capturado.

1. A Guerra Anglo-Zanzibar

Foi fácil para a Marinha britânica retomar o poder. (Fonte: Getty Images)Foi fácil para a Marinha britânica retomar o poder. (Fonte: Getty Images)

Em 27 de agosto de 1896, o Sultão de Zanzibar, Hamad bin Thuwaini, morreu. Seu filho, Khalid bin Barghash, decidiu assumir o trono à força. A Grã-Bretanha, que controlava a região, exigiu que Khalid renunciasse ao trono, mas ele se recusou. O que se seguiu foi a guerra mais curta da história: em 38 a 45 minutos, a frota naval britânica bombardeou o palácio de Khalid, queimando-o até o chão. Khalid se refugiou no consulado alemão e foi exilado posteriormente.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.