Seja o primeiro a compartilhar

6 edifícios religiosos famosos no mundo todo

Há muito tempo, a religião desempenha um papel central na experiência humana, sobretudo se pensarmos que formas organizadas de religião existem desde o início da civilização. Portanto, independente se uma pessoa é crente ou não, é impossível argumentar contra a importância dos inúmeros tipos de fé no mundo todo.

E junto dessas instituições também surgiram belíssimos edifícios religiosos, construídos para o culto a um poder superior e acabaram se transformando em pontos turísticos em diversas regiões. Pensando nisso, nós separamos uma lista com seis edifícios religiosos famosos no mundo inteiro!

1. Arquibasílica de São João de Latrão

(Fonte: GettyImages)(Fonte: GettyImages)

Em termos de catedral católica mais importante no mundo, nenhuma delas supera a Arquibasílica de São João de Latrão, em Roma. Essa não apenas é a igreja de mais alto nível da fé, como também a sede do Bispo de Roma, o próprio papa. São João de Latrão é a igreja pública mais antiga de Roma e contém o trono papal.

A estrutura atual data de uma série de reformas durante os séculos XVII e XVIII. Vários papas foram enterrados dentro da arquibasílica, incluindo o Papa Leão XIII. Por fim, a basílica também contém a "Escada Sagrada", trazida de Jerusalém para Roma no século IV e é considerada a mesma escada que Jesus teria caminhado um dia.

2. Muro das Lamentações

(Fonte: GettyImages)(Fonte: GettyImages)

O local mais sagrado para o judaísmo é o Monte do Templo em Jerusalém, onde ficava o Segundo Templo até ser destruído em 70 d.C. Contudo, o muro de contenção ocidental desse templo foi preservado desde então e é atualmente considerado o local mais importante para se reunir e orar entre os judeus. 

Desde então, o Muro das Lamentações, como é chamado, tornou-se um local conhecido no mundo inteiro e que costuma reunir diversos fiéis todos os anos. 

3. Grande Mesquita de Meca

(Fonte: GettyImages)(Fonte: GettyImages)

Segundo a tradição islâmica, os fiéis devem rezar cinco vezes por dia de frente para a Kaaba, uma estrutura cúbica localizada no centro da Grande Mesquita de Meca, na Arábia Saudita. Considerada pelos muçulmanos como a casa terrena de Deus, a Kaaba e a Grande Mesquita que a rodeia são os lugares mais sagrados do Islã.

Expandida ao longo dos séculos, a Grande Mesquita é hoje a maior do mundo. Visitantes não muçulmanos não estão autorizados a entrar na cidade de Meca sob pena de multa ou deportação da Arábia Saudita. Contudo, a cidade de Medina, ao norte, está aberta aos visitantes e contém o segundo local mais sagrado do Islã: a mesquita que abriga o túmulo do profeta Maomé.

4. Templo Kashi Vishwanath

(Fonte: GettyImages)(Fonte: GettyImages)

Localizado em Varanasi, na Índia, o Templo Kashi Vishwanath é dedicado à divindade hindu Shiva. Amplamente considerado um dos templos mais importantes do hinduísmo, está situado na margem ocidental do rio Ganges. Varanasi é um importante local de peregrinação para os hindus.

Todos os anos, milhões de pessoas se aventuram a tomar um banho no rio local. De acordo com os fiéis, as águas sagradas da região são fonte de purificação espiritual, pensadas para afastar o pecado. Por fim, quem decidir ir até lá poderá apreciar as cúpulas douradas do templo, que brilham intensamente ao Sol. À noite, o complexo recebe uma iluminação artificial belíssima.

5. Grande Santuário de Ise

(Fonte: GettyImages)(Fonte: GettyImages)

Originado no Japão, o xintoísmo e seus praticantes encontram espiritualidade em todas as coisas. Por esse motivo, os santuários xintoístas criam um ambiente harmonioso adequado à meditação e contemplação. O maior exemplo disso é o Grande Santuário de Ise, considerado por muitos como o mais significativo da fé.

Dedicado à deusa do sol Amaterasu, apresenta um design de moldura de madeira característico da arquitetura xintoísta. 

6. Templo Mahabodhi

(Fonte: GettyImages)(Fonte: GettyImages)

Na principal corrente do budismo, Buda é considerado uma figura digna de emulação, mas não uma divindade. O templo mais importante dessa vertente está localizado em Bodh Gaya, perto das margens do rio Falgu. De acordo com as escrituras budistas, é nesse local que Siddhattha Gotama, o primeiro Buda, alcançou a iluminação enquanto estava sentado à sombra de uma árvore Bodhi. 

Um descendente dessa árvore cresce atualmente no Templo Mahabodhi, atraindo muitos peregrinos ansiosos para ver o local onde Buda um dia esteve sentado. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.