Ciclo menstrual de mulheres que convivem juntas não sincroniza; entenda

Ciclo menstrual de mulheres que convivem juntas não sincroniza; entenda

Último Vídeo

Sabe aquela história de que mulheres que convivem juntas por um determinado período de tempo acabam tendo seus ciclos menstruais sincronizados? Pois esse mito acaba de ser derrubado, graças a um novo estudo realizado pela Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Pesquisadores da instituição criaram uma parceria com o aplicativo Clue (que serve para registrar o ciclo menstrual feminino no smartphone) e, depois de muita pesquisa, determinaram que a menstruação das que vivem ou trabalham juntas não se alinha — pelo contrário, a tendência é de o ciclo delas acontecer em dias diferentes.

A pesquisa observou 360 duplas de mulheres que conviviam no mesmo ambiente diariamente, analisando pelo menos três ciclos menstruais seguidos de cada. Ao estudar os dados obtidos, a equipe constatou que mais da metade dessas mulheres acabou menstruando em datas diferentes; além disso, curiosamente, a terceira menstruação delas “desceu” em datas mais distantes de suas amigas, em comparação com o primeiro mês.

Mas minha menstruação é sincronizada com a da minha irmã!

Pode acontecer, mas a sincronização de ciclos menstruais não passa de coincidência. No entanto, há estudos mostrando que mais de 80% das mulheres acreditam que esse mito seja verdade, sendo que cerca de 70% delas gostam da ideia de menstruar ao mesmo tempo que suas melhores amigas.

De acordo com Marija Vlajic, cientista por trás do app Clue, a menstruação de uma mulher estar sincronizada com a de outra “faz parte da natureza de duas séries matemáticas que continuam se repetindo: a série divergirá à medida que os números crescerem”. “É de se esperar que a cada seis meses, mais ou menos, os períodos menstruais se sincronizarão. Mas isso não significa que a diferença está ficando menor”, completou a especialista em entrevista ao jornal The Guardian. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.