5 problemas constrangedores que você pode resolver fazendo terapia

5 problemas constrangedores que você pode resolver fazendo terapia

Último Vídeo

1 – Pensamentos ruins que dominam a sua mente

Nem sempre é normal pensar demais em alguma coisa, especialmente se essa coisa é algo que incomoda você – como um fim de relacionamento ou um problema no trabalho. Às vezes os pensamentos negativos conseguem tomar conta de nossa mente de uma maneira absurda, e, com o passar do tempo, eles podem fazer com que uma pessoa desenvolva comportamentos parecidos com os de quem tem Transtorno Obsessivo Compulsivo.

Técnicas da Terapia Cognitivo-Comportamental podem chegar à raiz do problema e, a partir daí, você e seu terapeuta desenvolvem uma forma de ou remover esses pensamentos da sua vida ou de aprender a lidar com eles.

2 – Quando você foca demais na sua aparência ou vive imaginando o que as outras pessoas pensam a seu respeito

Algumas pessoas tendem a focar apenas naquilo que não gostam a respeito da própria aparência e, com o passar do tempo, isso é tudo com o que elas se preocupam. Da mesma maneira, existe quem acredite que é preciso se submeter a todos os tratamentos estéticos possíveis – tanto autoestima em excesso quanto em falta são prejudiciais.

Viver monitorando o jeito como fala ou anda, por exemplo, por achar que é feio ou desengonçado é algo que traz muito mais prejuízos do que benefícios. Muitas vezes as pessoas se preocupam tanto com a desenvoltura que têm em sociedade que acabam desenvolvendo ansiedade social. Para esses casos relacionados à aparência, a terapia ajuda e muito.

3 – Quando você tem problemas ou medos que não consegue compartilhar com as outras pessoas

Dizer que está sentindo dor de cabeça é fácil, mas falar sobre uma fobia específica, como o medo de usar elevador ou de chegar perto de um peixe, não é exatamente algo simples de ser discutido. Quando você tem algum medo ou problema que não é discutido normalmente em sociedade, quem pode ajudar e realmente entender o que você sente é um psicólogo.

4 – Comportamentos seus que deixam você envergonhado

Se você sabe que está desenvolvendo um padrão de comportamento que dá vergonha, como ser viciado em pornografia ou não conseguir parar de jogar, quem vai realmente levar seus desabafos a sério e apoiar você em termos de superação e autocontrole é, certamente, um psicólogo. Esse profissional vai saber dizer também se você precisará contar com a ajuda de um psiquiatra, caso seja necessário o uso de medicamentos.

Comportamentos que nos fazem sentir culpa ou vergonha geralmente precisam ser comentados em voz alta, e ficar em silêncio, sem fazer nada, só tende a piorar as coisas. Às vezes o primeiro passo para uma vida melhor pode ser dado a partir do momento em que você entra no consultório de um psicólogo. Não tenha dúvidas disso.

5 – Ser incapaz de desapegar de um acontecimento que deveria ter ficado no passado

Se você fica ruminando algo que aconteceu tempos atrás, se fica pensando em uma coisa estúpida que você disse no ano passado ou se dedica muito tempo a pensar em como seria incrível desfazer algo, talvez esteja na hora de procurar ajuda.

Não conseguir resolver esse tipo de problema nem conseguir deixar para trás aquilo que pertence ao passado é algo que perturba a mente e o sono de muita gente. De novo: fazer terapia ajudaria com toda a certeza.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.